'Testei positivo 43 vezes': o caso de covid-19 mais longo do mundo ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA TRIBUNA SHOW

allowfullscreen="true">allow="autoplay; clipboard-write; encrypted-media; picture-in-picture; web-share" allowfullscreen="true">

segunda-feira, 5 de julho de 2021

'Testei positivo 43 vezes': o caso de covid-19 mais longo do mundo

 


Um britânico de 72 anos teve o caso mais longo de covid-19 já registrado no mundo. Dave Smith, que é instrutor de autoescola e músico nas horas vagas em Bristol, no oeste da Inglaterra, contraiu a covid-19 em março de 2020. Mas ele não esperava o que estava por vir. 

Dave testou positivo para a doença 43 vezes e só se curou 290 dias depois da infecção. "Todos os testes davam positivo. Uma semana depois, positivo. Rezava para que o próximo fosse negativo, mas nunca era", conta ele à BBC. 

Quando contraiu a doença, seu sistema imunológico estava vulnerável por causa de um tratamento quimioterápico para tratar leucemia. Dave afirma que, nesses dez meses com a covid-19, foi parar no hospital sete vezes. 

Ele conta ter perdido 63 kg durante o tempo em que teve a doença. "Uma vez eu tossi por 5 horas sem parar. Não falo de tossir, parar, tossir, parar. Mas de tossir, tossir e tossir sem parar, por 5 horas. Consegue imaginar o cansaço que isso causa ao seu corpo?", relata.

A situação fez Dave e sua esposa, Lynda Smith, pensar que ele não sobreviveria. "Houve momentos em que achávamos que ele não conseguiria (sobreviver)", afirma Lynda. 

Dave conta que chegou a se despedir da família. "Fiquei resignado. Liguei para minha família, fiz as pazes com todos e me despedi. Fiz uma lista com as músicas que queria que tocassem em meu velório", diz ele.

Via: Lindomar Rodrigues
Foto: Divulgação

#coronavírus #casomaislongo

0 comentários:

Postar um comentário