Restaurantes e shoppings têm horário ampliado com avanço da flexibilização no CE; Cariri segue com restrições ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA TRIBUNA SHOW

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

sábado, 5 de junho de 2021

Restaurantes e shoppings têm horário ampliado com avanço da flexibilização no CE; Cariri segue com restrições

 


Com novo decreto, todas as macrorregiões, exceto o Cariri, passam a ter shoppings e restaurantes funcionando até as 22 horas

Em transmissão ao vivo via redes sociais na tarde desta sexta-feira (4), o governador do Ceará, Camilo Santana, divulgou detalhes do novo decreto estadual de combate à pandemia da Covid-19. Todas as macrorregiões, exceto o Cariri, terão comércio de shoppings e setor de bares e restaurantes funcionando até às 22 horas. Já a região do Cariri segue com mais restrições das atividades não essenciais. As determinações vigoram até 13 de junho próximo. O governador também adiantou que eventos corporativos, com regras específicas, deverão ser autorizados a partir de 14 de junho.

O anúncio foi feito após reunião virtual com o comitê formado por profissionais de Saúde, presidentes do Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa, e representantes do Ministério Público Estadual, Federal e do Trabalho, e a Prefeitura de Fortaleza. Na ocasião do anúncio estava presente o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto).

“Temos a preocupação ainda com os números do Cariri, portanto não há avanço em relação ao último decreto. Para as outras regiões do Estado há mudanças significativas, sai o toque de recolher às 22 horas e passa para às 23 horas. Por isso, vamos permitir que restaurantes e comérico de shoppings possam funcionar até às 22 horas”, informou Camilo. “Vamos autorizar também, a partir de 14 de junho, eventos corporativos, mas com limitação de público e com protocolos a serem definidos na próxima semana”, antecipou.

Situação epidemiológica do Ceará

Ao explicar a situação epidemiológica do Ceará, o Dr. Cabeto ressaltou a redução de atendimento, internação e, principalmente, óbitos em pessoas acima dos 80 anos. “Registramos queda da mortalidade no Estado do Ceará por Covid-19, principalmente na população de idosos, o que, com certeza, é o reflexo da vacinação, o que nos dá uma esperança no momento que estamos passando. Na faixa de acima dos 60 anos, nós temos 80% das pessoas já vacinadas. Isso é ótimo”, explica o titular da Saúde.

Já sobre a taxa de transmissão no Estado, Dr. Cabeto informou que não houve grande variação em relação à semana passada, o que exige atenção. A taxa de positividade continua muito alta na região do Cariri (55%), enquanto em Fortaleza está em 31%. “Houve uma redução no número de atendimentos nas unidades de saúde em todas as regiões do Estado, exceto no Cariri. A letalidade dos casos tem caído de forma mantida, mas não há uma redução da taxa de transmissão em relação à semana passada. Ela vinha caindo e agora estamos estabilizados, isso é um sinal de que é preciso prudência “, resumiu o secretário.

Aumento de quase 77% na oferta de leitos

O Governo do Ceará já abriu UTIs em todas as regiões do Estado durante a pandemia, e segue entregando novos leitos exclusivos para atender pacientes com a Covid-19. Camilo listou que o sistema estadual de saúde e suas unidades conveniadas contam com um total de 5.205 leitos exclusivos, sendo 3.858 de enfermaria e mais 1.347 leitos de UTI, um aumento de quase 77% de ofertas de leitos em relação ao pico da pandemia no ano passado.

“Ainda temos uma taxa grande de ocupação de leitos, principalmente de UTI. Mas, temos um dados interessante. Antes da pandemia, apenas Fortaleza, Sobral, Juazeiro e Quixeramobim tinham leitos de UTI, mas hoje são 26 as cidades que possuem leitos de UTI, distribuídos em todas as macrorregiões do Ceará, seja em unidades do Estado ou unidades conveniadas. Por isso é tão importante a regionalização da Saúde do Estado, além de termos adquirido três hospitais, um em Itapipoca, um em Crateús e o Leonardo da Vinci, em Fortaleza”, ressaltou o governador.

Vacinas

Camilo Santana reafirmou o esforço de conseguir mais vacinas ao Ceará. “Só vou descansar quando todos os cearenses estiverem vacinados. E neste domingo já começaremos a vacinação do público geral, que inclui pessoas de 59 a 18 anos”, disse. O governador citou perspectiva de aumento de recebimento de remessas: “Deveremos receber mais vacinas Coronavac a partir da próxima semana, pois o Instituto Butantan já voltou a produzir suas vacinas. Mas a notícia melhor ainda é que, a partir de outubro, deveremos ter mais doses no Brasil, pois a Fiocruz produzirá seu própria IFA, não dependendo mais de insumos vindo da China ou da Índia, para fabricar a vacina no Brasil”. 

Sobre o número de vacinados no Ceará, segundo o Vacinômetro da Sesa, até às 17h da última quinta-feira (3), 2.909.248 doses já foram aplicadas em todo o Estado. Com isso, 1.820.930 cearenses receberam a primeira dose, e 1.088.318 já foram imunizados com a segunda dose.

Ações Sociais

Na transmissão, o governador destacou suas ações de apoio às famílias cearenses, e informou que o CearáCredi já registra 38.220 cadastros para a proposta de financiamento de R$ 500 a 5 mil pelo Estado para incentivar pequenos negócios. Camilo também listou muitas das ações sociais que o Ceará vem promovendo para reduzir os efeitos da pandemia entre os cearenses, como o pagamento das contas de água e luz às famílias de baixa renda; Ampliação do pagamento do Cartão Mais Infância; Pagamento de auxílios emergenciais para profissionais dos setores de eventos e de profissionais desempregados do setor de alimentação fora do lar; Vale-Gás Social; Auxílio Cesta Básica, voltado para feirantes, ambulantes, mototaxistas, taxistas, motoristas de aplicativo, bugueiros e outros profissionais liberais, com a expectativa de que 150 mil pessoas possam ser atendidas.

A pandemia não acabou

Camilo Santana finalizou o pronunciamento agradecendo a todos os profissionais de saúde, tanto os que estão na linha de frente nos hospitais, que se desdobram nos plantões,quanto àqueles que estão vacinando diariamente os cearenses. Além disso, fez questão de lembrar aos cearenses que a pandemia ainda não acabou. “Meu muito obrigado aos profissionais de saúde, vocês têm sido gigantes. E a nossa luta continua por vacinas, mas é importante que cada um colabore, estamos cada vez mais perto de superar essa pandemia. Vamos nos prevenir, praticar o distanciamento social, evitar festas e aglomerações, usar a máscara é fundamental, com isso estamos protegendo as pessoas que nós amamos”, finalizou o governador do Ceará.

Daniel Herculano - Ascom Casa Civil - Texto
Carlos Gibaja e Nivia Uchoa - Fotos

#Coronavírus #Covid-19 #Novo Decreto #Vacinação Contra Covid #Vacinômetro


0 comentários:

Postar um comentário