Mãe e filha vencem Covid-19 no Hospital São José e celebrarão Dia das Mães juntas ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA TRIBUNA SHOW

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

sexta-feira, 7 de maio de 2021

Mãe e filha vencem Covid-19 no Hospital São José e celebrarão Dia das Mães juntas

 

Maria Nilma e Andréa de Oliveira foram internadas com Covid-19 em abril deste ano

“Ela é meu ouro, meu tudo”. É assim que a gerente de loja Andréa de Oliveira, de 43 anos, se refere à mãe, a aposentada Maria Nilma de Oliveira, de 70. Ambas encararam, neste ano, um dos maiores desafios de suas vidas: superar a Covid-19. Diagnosticadas com a doença, mãe e filha foram internadas mês passado no Hospital São José (HSJ), da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), unidade de referência no atendimento a pacientes com doenças infectocontagiosas.

Primeiro, foi a vez de Maria Nilma. Após alguns dias com sintomas, ela foi hospitalizada no HSJ em 18 de abril – cerca de três semanas depois de tomar a primeira dose da vacina contra o coronavírus. “Eu tinha muito medo de pegar, mas tomava todos os cuidados. Estava sempre limpando a casa, usando álcool em gel, lavando as mãos. Foi um susto muito grande. Só Deus sabe como fiquei quando recebi o resultado do teste”, lembra. “Nas minhas orações, eu pedia que Jesus cuidasse de mim e da minha filha”.

Com a mãe no hospital, Andréa, que também havia testado positivo para a doença, retornou para casa sozinha, onde ficaria em isolamento domiciliar. Porém, devido ao agravamento dos sintomas, ela precisou ser hospitalizada apenas três dias depois, em 21 de abril. “A minha maior preocupação é que ela soubesse que eu estava internada. Por isso, pedi para que ninguém do São José contasse”. O desejo da paciente foi atendido.

Para preservar Nilma, a equipe não informou sobre a internação de Andréa, que se comunicava com a mãe por telefone, como se estivesse em casa, e recebia todas as informações sobre o estado de saúde dela.

Andréa, que é filha única, preferiu que a mãe não soubesse que ela também estava internada no HSJ

Aiala Melo, psicóloga e residente do HSJ, foi uma das profissionais responsáveis por trazer conforto à família. “Meu primeiro contato foi com a Andréa e ela se mostrava angustiada, pois a mãe também estava internada. Aos poucos, fomos vendo estas questões relacionadas ao processo de internação. Diariamente eu repassava para a Andréa algumas informações sobre a senhora Nilma. Sempre prezei por priorizar o desejo de Andréa”, explica.
Reencontro

A evolução das pacientes possibilitou que, no dia 26 de abril, elas fossem transferidas à unidade de campanha do Hospital São José, onde ficam internadas pessoas que estão prestes a receber alta hospitalar. O reencontro de mãe e filha foi, então, inevitável. “A psicóloga Aiala conversou com minha mãe pra dizer que eu também estava lá. Quando a gente se viu, foi uma emoção muito grande, uma alegria única”, relata Andréa.

A alegria foi compartilhada por quem acompanhou as pacientes de perto. “Como profissional, fiquei feliz em ser mediadora deste processo. Poder proporcionar o encontro de mãe e filha deixou a mim e a equipe emocionadas”, revela Aiala. Andréa pôde voltar para casa dia 27 de abril, um dia antes de Maria Nilma.

“Deus providenciou que eu saísse primeiro e preparasse o caminho para recebê-la. O meu medo era que ela saísse antes e descobrisse que eu ainda estava no hospital”, confessa. Recuperada de um câncer há doze anos, Nilma agradece a Deus por mais esta vitória ao lado da filha única. “É uma coisa que eu jamais vou esquecer. Passamos o que passamos e, agora, estamos contando a história”, comemora.


Andréa e Nilma com Manteiguinha, um dos animais de estimação da família

Dia das Mães

Celebrado neste domingo (9), o Dia das Mães terá um significado ainda mais especial para Andréa e Nilma. “Ela sabe que é a pessoa mais importante na minha vida. O amor que eu tenho por ela é tremendo e eu tinha certeza que Deus ia me devolver para ela e ela para mim”, diz Andréa, ressaltando o bom atendimento que recebeu durante a internação. “Fortaleza deveria ter mais hospitais como o São José. Eu nunca vi uma equipe como aquela. Fomos muito bem tratadas, medicadas, alimentadas, amadas”.

Diego Sombra - Ascom HSJ - Texto e Fotos

#Coronavírus #Covid-19 #Dia Das Mães #Hospital São José #HSJ #Saúde #Saúde Ceará #Sesa


0 comentários:

Postar um comentário