Com integração de informações e base de dados, Agilis é lançado pela SSPDS como mais uma ferramenta de inteligência no combate ao crime ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA TRIBUNA SHOW

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

sexta-feira, 21 de maio de 2021

Com integração de informações e base de dados, Agilis é lançado pela SSPDS como mais uma ferramenta de inteligência no combate ao crime

 


Um dos pilares da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) é o desenvolvimento de tecnologias que contribuam com o trabalho humano. Na semana de aniversário de 24 anos, a pasta lança o Agilis, um sistema que trará um forte incremento no trabalho das Forças de Segurança no Estado. O ato de lançamento ocorreu nesta quinta-feira (20) e contou com a presença do secretário da SSPDS, Sandro Caron; do secretário executivo, Samuel Elânio; além de gestores de instituições vinculadas à Secretaria – Polícia Militar do Ceará (PMCE), Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), que estiveram presencialmente e também de forma remota.

O Agilis consiste em um sistema capaz de integrar inúmeros bancos de dados. A integração de informações para os homens e mulheres que fazem a segurança pública já é um grande diferencial da nova ferramenta. Fazendo jus ao seu nome, o Agilis servirá como um forte e ágil aliado na identificação de veículos automotores que tenham sido utilizados em práticas criminosas ou que tenham ligação com alguma pessoa em conflito com a lei. Outro ponto que merece destaque é a forma didática com que a ferramenta se apresenta, com mapas interativos, imagens, ícones e diversas informações à disposição dos usuários.

Somente em abril deste ano, quando estava em fase de teste pela Secretaria da Segurança Pública, o Agilis realizou 83 milhões de capturas de placas de veículos no Ceará. Neste mês, após a flexibilização das medidas restritivas de combate à Covid-19, a ferramenta realizou até o dia 19, mais de 97 milhões de leituras. A previsão é que até o fim desta quinta-feira, o sistema realize a leitura de mais de 100 milhões de placas no Ceará, em razão da sua média diária alcançar pouco mais de 5 milhões de reconhecimentos. Nos 19 primeiros dias de maio, o Agilis fez também em média, 216 mil leituras por hora, 3.600 por minuto e 60 por segundo. Em horário de pico, a tecnologia consegue ler simultaneamente até 300 placas por segundo.

Sandro Caron aproveitou para reforçar que a nova ferramenta da SSPDS chega para somar ao catálogo de inovações tecnológicas, já existentes e em uso, que são desenvolvidas pela própria pasta. “O Agilis se soma a outras ferramentas que já vêm sendo utilizadas aqui pela Secretaria da Segurança, como o Spia (Sistema Policial Indicativo de Abordagem) e o Cerebrum (Big Data). Temos agora uma terceira ferramenta, que é o Agilis, usando dos mesmos princípios e instrumentos como o Big Data e a inteligência artificial. Todas essas ferramentas são baseadas no tripé: inteligência, investigação e policiamento ostensivo, e estão sempre aí para otimizar o que há de mais moderno em tecnologia, unindo-se à ação dos homens e mulheres da Segurança Pública do Estado”, destaca.

Funcionalidade

Além da interação com o próprio Sistema de Videomonitoramento da SSPDS, que atualmente possui mais de 3.300 câmeras espalhadas em todo o Ceará, o Agilis detecta e exibe em sua interface pontos de capturas de veículos em mapa, com informações detalhadas e que subsidiarão os trabalhos das equipes policiais. Outro exemplo é que, por meio da ferramenta, os policiais acessarão o monitoramento de veículos que serão identificados em tempo real pelo sistema. Essa detecção ocorre graças aos sensores espalhados pelos territórios de interesse da segurança pública. As viaturas e as aeronaves dos órgãos de Segurança Pública do Ceará também poderão ser visualizadas em tempo real no sistema.

Outro ponto que merece destaque é a exibição de um mapa capaz de mostrar a circulação de um veículo em uma ocorrência e por um período desejado pelo operador, por meio do chamado “mapa de calor”. Todas essas atividades se unem a outras funções sigilosas e de inteligência presentes no Agilis. Falando de ações ostensivas, a ferramenta permitirá uma rápida resposta a crimes, em razão do envio de informações aos operadores da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), que repassarão os dados de roubos e furtos de veículos, além de outros crimes, aos policiais que estão nas ruas. Ao tratar de investigação, as informações contidas no sistema permitirão chegar a alvos de delitos de forma precisa e rápida.

“O sistema Agilis será de primordial importância para a atuação de inteligência da Segurança Pública do Estado do Ceará, pois, por meio dele, realizaremos uma série de análises, nunca feitas antes em um único sistema, e poderemos, a partir dessas análises, identificar e localizar criminosos. Sejam criminosos que estão praticando crimes nesse momento ou que já praticaram crimes”, destacou o coordenador de Inteligência da SSPDS, Nelson Pimentel.

Ascom SSPDS

#Agilis #Base De Dados #Combate Ao Crime #Ferramenta De Inteligência #Integração De Informação #SSPDS

0 comentários:

Postar um comentário