Seis internos do sistema prisional cearense são aprovados para o ensino superior ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA A NOTICIA DO CEARÁ

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

sexta-feira, 23 de abril de 2021

Seis internos do sistema prisional cearense são aprovados para o ensino superior


 

Com o resultado da primeira chamada no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) na Universidade Federal do Ceará (UFC), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) – Campus Baturité e Cedro, na Universidade Federal do Cariri – Campus Juazeiro do Norte e Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), os internos garantiram vagas nas universidades através das notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL).

As aprovações foram nos cursos Ciências Sociais, Hotelaria, Mecatrônica Industrial, Administração Pública, Agronomia e Biblioteconomia. Os internos aprovados são da Unidade Prisional Professor José Sobreira de Amorim, Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo (PFHVA), CPPL I, CPPL III e da Cadeia Pública de Juazeiro do Norte.

Um dos internos aprovados no Sisu garantiu vaga em primeiro lugar para cursar Hotelaria no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE).

Após a aprovação, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) explica que a família precisa comparecer na instituição em que o interno foi aprovado com a documentação necessária para a matrícula. A decisão se os internos poderão ou não assistir às aulas é do Poder Judiciário.

A expectativa da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) é que o número seja ainda maior com o resultado da segunda chamada e a lista de espera.

O coordenador educacional da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), Rodrigo Moraes, destaca que é através da educação que se transforma o ser humano. “A SAP não mede esforços para levar educação para todos os internos, desde o ensino fundamental ao ensino superior. Isso garante uma nova perspectiva de vida”, conclui.

Ascom SAP - Texto


0 comentários:

Postar um comentário