Governo do Ceará dobra recurso e contempla todos os inscritos no auxílio ao Setor de Eventos ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA TRIBUNA SHOW

allowfullscreen="true">allow="autoplay; clipboard-write; encrypted-media; picture-in-picture; web-share" allowfullscreen="true">

quarta-feira, 14 de abril de 2021

Governo do Ceará dobra recurso e contempla todos os inscritos no auxílio ao Setor de Eventos

 


Em uma transmissão ao vivo realizada na noite desta terça-feira (13), o governador Camilo Santana ampliou para R$19,8 milhões o auxílio financeiro aos profissionais do setor de eventos, contemplando todos os inscritos. A decisão beneficiará 19.830 profissionais do setor de eventos, quase duplicando os recursos previstos anteriormente. Este é mais um apoio ao setor prejudicado economicamente pela pandemia da Covid-19 no Ceará.

Camilo comentou sobre a ampliação do benefício. “A previsão era que 10.000 profissionais de eventos seriam beneficiados, mas estou autorizando a ampliação de recursos – de R$10 milhões para R$19,8 milhões -, e contemplando todos os 19.830 profissionais que solicitaram o auxílio e que estão aptos a receber esse auxílio”, disse. Por meio desta ação, o Governo do Ceará contempla integralmente a quem se inscreveu e está dentro dos parâmetros estabelecidos pela Secretaria de Cultura (Secult), um auxílio financeiro de R$1.000, divididos em duas parcelas de R$500, com previsão de pagamento da primeira parcela entre 20 e 30 de abril, e a segunda entre 15 a 31 de maio. Os aprovados terão seu status no Mapa Cultural alterado para “aprovado” e a Secult Ceará irá encaminhar a solicitação de pagamento para o banco. O benefício será creditado na conta bancária informada pelo solicitante no ato da inscrição.

Entre os profissionais que receberão o auxílio estão aqueles que fazem a arte a cultura do Ceará, como os músicos, humoristas, profissionais de circo, técnicos de som, luz e imagem, montadores de palcos, bem como cerimonialistas de eventos, decoradores de eventos, recepcionistas de eventos, fotógrafos e cinegrafistas de eventos.

Leis Sancionadas

No vídeo, o governador aproveitou a situação para sancionar duas leis de medidas já anunciadas, e que foram aprovadas pela Assembleia Legislativa. O primeiro é a suspensão do pagamento da taxa de regulação nos transportes complementares e regulares do Estado pelos próximos dois meses, em abril e maio. “Se beneficiarão topics e ônibus, como uma forma de apoiar esse segmento. Já demos o suporte na primeira onda, e voltamos a auxiliar agora”, falou.

O segundo é a autorização para o pagamento do “Auxílio Cesta Básica”, no valor de R$ 200, dividido em duas parcelas de R$ 100, através de um cartão que será creditado esse valor, como forma de estimular as compras no comércio local. “Essa ação beneficiará cerca de 150 mil famílias, incluindo setores dos mais atingidos pela pandemia, como profissionais do transporte complementar e escolar, ambulantes e feirantes, mototaxistas, taxistas, motoristas de aplicativo, bugueiros e guias turísticos”, explicou o governador.

Quase 5 mil leitos

O Governo do Ceará segue entregando diariamente novos leitos exclusivos para atender a pacientes com Covid-19 e Camilo listou que o sistema estadual de saúde e suas unidades de saúde conveniadas contam nesse instante com um total de 4.946 leitos exclusivos, sendo 3.651 de enfermaria e mais 1.295 leitos de UTI. Na transmissão, o governador afirmou que atualmente o Ceará já ultrapassou em quase 2 mil o número de leitos exclusivos para atender pacientes com Covid do que tinha na primeira onda da pandemia, em 2020.

Vacinas e Vacinômetro

O governador lembrou que está disponível para consulta de todos, o Vacinômetro que mostra o número de vacinas aplicadas pelos municípios e é atualizado pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Com dados registrados até o 17h desta segunda-feira (12), foram aplicadas até aqui 1.418.809 doses, sendo, 1.075.577 da primeira dose e 343.232 da segunda dose.

“Estamos na luta todos os dias das vacinas, estamos aguardando essa semana o 14º lote enviado pelo Ministério da Saúde. Em paralelo, já entramos com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF), para que a Anvisa, do Governo Federal, autorize a liberação ao nosso estado dos 5,87 milhões de doses da vacina Sputnik V adquiridas de forma direta pelo Governo do Ceará junto ao Fundo Soberano Russo. A Sputnik V já é utilizada em cerca de 60 países, com eficácia de 91,6%, e a atitude da Anvisa é injustificável. Iremos a todas as instâncias possíveis para que as vacinas que adquirimos cheguem o mais rápido possível para imunizar nossa população”, informou Camilo.

Ações de Apoio às Famílias Cearenses

O governador também listou outras ações já implementadas durante a segunda onda da pandemia, sempre com o intuito de ajudar as famílias mais vulneráveis do Ceará, destacando uma das últimas ações, o Programa Microcrédito Produtivo do Ceará, que vai destinar R$ 100 milhões para beneficiar microempreendedores e trabalhadores cearenses.

“Já distribuímos 250 mil vales-gás; estamos pagando as contas de água e luz para famílias de baixa renda; Ampliamos de 70 mil para 150 mil famílias beneficiadas com o Cartão Mais Infância Ceará, recebendo auxílio de R$ 100 mensalmente; Distribuímos 347 mil chips de dados de internet com um pacote de 20GB mensais e 150 mil tablets para alunos da rede pública estadual de ensino, além de mais de 2,5 milhões de kits alimentação; e o Auxílio Catador, que virou política pública permanente e que concede benefício mensal de ¼ de salário-mínimo aos catadores que atuam na coleta de resíduos sólidos; Para o setor de bares, restaurantes e de eventos, um auxílio para pagamento de R$ 1 mil aos trabalhadores desempregados desses setores, e a isenção do IPVA para veículos das empresas do setor”, listou Camilo.

Intensificar os cuidados

Camilo lamentou que tenha visto cenas inadmissíveis na segunda (12) e terça-feira (13), principalmente no comércio de Fortaleza, e lembrou que o sucesso dessa ação de retomada gradual das atividades econômicas dependem das atividades dos cearenses. “Precisamos ter prudência quanto ao nosso dia a dia, intensificar os cuidados, usar máscara, e praticar o distanciamento social quando saímos de casa. Para que o decreto estadual dê certo vai depender da atitude de cada cidadão. Vamos ter o toque de recolher das 20h às 5h todos os dias, de segunda a domingo, e o isolamento social rígido volta no fim de semana. Cabe a cada um de nós fazer nosso papel, vamos trabalhar dentro das normas sanitárias não haja retrocesso”, finalizou.

Daniel Herculano - Ascom Casa Civil - Texto
Carlos Gibaja, José Wagner e Tatiana Fortes - Fotos

0 comentários:

Postar um comentário