Fantástico mostra os desafios dos profissionais de saúde para imunizar a população no Brasil ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA TRIBUNA SHOW

allowfullscreen="true">allow="autoplay; clipboard-write; encrypted-media; picture-in-picture; web-share" allowfullscreen="true">

segunda-feira, 12 de abril de 2021

Fantástico mostra os desafios dos profissionais de saúde para imunizar a população no Brasil

 


O Brasil precisa com urgência de vacinas para todos. Mas nem todo mundo faz ideia do desafio que é imunizar a população de um país gigantesco como o nosso, do tamanho de um continente.


Experiência e competência logística a gente tem. Profissionais de saúde incansáveis estão dispostos a enfrentar os maiores obstáculos pra garantir que nenhuma pessoa, por mais isolada que esteja, fique sem vacina.


“Muitas dificuldades. Mas o prazer e a satisfação de garantir a vacinação o mais rápido possível a nossa população, assim que chega os lotes em nosso município, a gente não mede esforço”, conta a enfermeira Grazielle.


São 94,5 mil heróis, profissionais da saúde destacados para a vacinação e espalhados por todo o Brasil. E muitos deles fazem um esforço de guerra pra vacinar gente em lugares de difícil acesso no país.


Veja na reportagem em vídeo:

Como Moisés, coordenador de imunização do subúrbio de Salvador, leva doses da vacina para idosos quilombolas – por terra e pelo mar;

A enfermeira Maristela enfrenta chuva e mar agitado para reforçar o time da vacinação na Bahia – e ainda a equipe fica parada por 20 minutos no meio do mar após problema no barco;

Como é feita a vacinação na comunidade quilombola de Bananeira, Ilha de Maré;

A atuação da enfermeira Ana Kalini nos desafios de vacinar idosos na zona rural de Pedra Branca (CE) - ela coloca pedras para o carro passar, abre porteiras e enfrenta boiadas;

A preparação da Marquelhe, que é enfermeira de Santana (AP) e enfrenta o medo para cumprir sua missão;

O medo da Rita, de Acopiara (CE), é a água, mas isso não a impede de entrar numa canoa furada;

A equipe de vacinação tirando o carro do atoleiro em Mato Grosso.

G1

0 comentários:

Postar um comentário