Avançando Juntos: O orgulho de um piloto da Ciopaer na missão de transportar as vacinas para os cearenses ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA A NOTICIA DO CEARÁ

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quarta-feira, 14 de abril de 2021

Avançando Juntos: O orgulho de um piloto da Ciopaer na missão de transportar as vacinas para os cearenses

 




Logo que foi informado que seria personagem da série “Avançando Juntos” do Governo do Estado do Ceará, que tem como objetivo retratar o trabalho de alguns dos milhares de profissionais que estão na linha de frente no combate à pandemia da Covid-19, o tenente-coronel da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Kléber Nóbrega, fez questão de se antecipar e dizer o quão emotivo é quando se trata desse tipo de pauta. O oficial, que atua há 21 anos na Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), narra com orgulho a experiência de servir à sociedade pilotando as aeronaves Fênix, especialmente nos últimos meses nos quais as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 desembarcaram em território cearense e começaram a ser distribuídas para todo o Estado.

Por falar nisso, a chegada de novas doses dos imunizantes é sempre um motivo para o renascimento da esperança de dias melhores e de que essa desafiadora fase passará em breve. Coincidência ou não, o grupamento composto por pilotos, tripulantes e aeronaves da Ciopaer se chama “Esquadrão Fênix”. Ou seja, o grupo traz consigo o nome de uma ave mitológica que representa exatamente o ato de renascer. Foi a bordo de uma das aeronaves Fênix, que ele descreve como “brilhante ferramenta de trabalho”, que Nóbrega realizou a 13ª entrega de mais um lote de imunizantes na última sexta-feira (9), após o desembarque de 170.450 doses no Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins.

Antes de falar sobre suas missões, o tenente-coronel já se preparava para seguir até o ponto exato na área do aeroporto, onde as caixas contendo as vacinas são embarcadas nas aeronaves, sob a supervisão de profissionais da Secretaria da Saúde (Sesa). Vestindo o tradicional macacão de cor verde e com os brasões que identificam a sua corporação de origem e a coordenadoria onde se encontra lotado, ele fala sobre o esquema de logística em torno das entregas e reforça a importância da integração entre as pastas.

“É uma atividade que já é, por si só, empolgante. Junte-se a isso também essa atividade da aviação. Utilizamos essa brilhante ferramenta de trabalho para conciliarmos as missões, promovendo a ordem pública e conseguindo trazer essa tranquilidade ao povo cearense. Não só na parte de segurança pública em si, mas também por meio dessa parceria com a Secretaria da Saúde”, destaca.

Trabalho em equipe

Enquanto falávamos com o oficial era possível perceber a mobilização de todos os pilotos e tripulantes da Ciopaer que preparavam as aeronaves Fênix 05, 08 e 09 desde as primeiras horas da manhã para o transporte dos carregamentos com destino às cidades de Acaraú, Aracati, Camocim, Limoeiro do Norte, Quixadá, Russas, Brejo Santo e Juazeiro do Norte e Sobral. Pontualmente às 8 horas da manhã, os helicópteros levantaram voo e seguiram até um galpão próximo onde as vacinas foram retiradas de um caminhão e colocadas nas aeronaves. Com cuidado, os profissionais da Ciopaer amarraram as caixas com alguns aparatos, de forma que os imunizantes se mantivessem seguros durante toda a viagem.

”Eu posso afirmar que foram centenas de resgates e outras missões realizadas, não somente pela Ciopaer, mas também naquelas que participamos diretamente. Hoje nós temos um sentimento de maior gratidão, pois estamos levando as vacinas a todo o povo cearense, que nesse momento ainda precisa se isolar. Estamos aqui correndo esse risco necessário em nome de toda a população”, expõe orgulhoso por fazer parte de toda uma equipe mobilizada para que as vacinas cheguem nos locais mais isolados do Estado. “A Secretaria da Segurança junto com a Secretaria da Saúde tem envidado esforços a partir do governador Camilo Santana, para que essas vacinas cheguem a todos. Mesmo aquelas pessoas lá na ponta, no rincão mais distante do Estado, as vacinas estão chegando graças a esse trabalho”, disse com o olhar emocionado.

Quando questionado se houve algum momento durante as entregas que mais o tocou, ele afirma que a alegria e o comprometimento de todas as pessoas envolvidas são o que mais o emociona. “O que eu tenho observado, além da boa receptividade das pessoas, é o sentimento de que as coisas vão melhorar. É algo bem nítido. O que mais tem me emocionado é ver a alegria dos profissionais envolvidos. Não só da Ciopaer, mas também da Secretaria da Saúde. Desde o motorista do caminhão que chega com as vacinas para distribuir até os médicos. É uma alegria ajudar o próximo, sem medir esforços, sem dia e sem hora, todos juntos para cuidar do nosso povo”, disse o tenente-coronel.

Após os últimos preparativos, o oficial embarcou em uma das aeronaves “caçulas” da Ciopaer, a Fênix 09, recém-adquirida pelo Governo do Estado para missões operacionais e de salvamento, e que agora participa das distribuições das vacinas semanalmente. Nóbrega seguiu até as cidades de Aracati, Limoeiro do Norte e Russas.

Doses de esperança

O Estado recebeu a 13ª remessa de vacinas do Programa Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde e de responsabilidade do Governo Federal, na quinta-feira (8). Ao todo, são 170.450 doses, sendo 91.250 do imunizante desenvolvido por Oxford/AstraZeneca e 79.200 da Coronavac/Sinovac. Com ela, o Ceará soma 1.875.550 doses recebidas.


Aline Freires - Ascom SSPDS

0 comentários:

Postar um comentário