Operação do DHPP resulta em prisão de chefe criminoso no Rio Grande do Norte ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA MENSAGEM BÍBLICA

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quarta-feira, 3 de março de 2021

Operação do DHPP resulta em prisão de chefe criminoso no Rio Grande do Norte

 


Mais duas importantes prisões foram realizadas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) durante a continuação da 3ª Fase da Operação 5o Mandamento, nessa segunda-feira (1). Durante a ofensiva, que resultou na captura de um chefe criminoso na cidade de Mossoró, no estado do Rio Grande do Norte, houve o apoio do Departamento de Inteligência Policial (DIP) e de policiais militares do 18o Batalhão da Polícia Militar do Ceará (PMCE). Um veículo avaliado em R$ 120 mil foi apreendido.

As informações acerca do caso foram divulgadas em coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira (2), na sede do DHPP. Entre as prisões divulgadas estava a de Luciano Costa da Silva, 34 anos, o “Farmácia”. Com passagens pela Polícia por receptação, porte ilegal de arma de fogo e por integrar organização criminosa, ele é apontado como um importante membro na cadeia hierárquica de um grupo criminoso com atuação em bairros de Fortaleza, como Bonsucesso e João XXIII. A sua captura ocorreu na cidade de Mossoró, no estado do Rio Grande do Norte, para onde ele se evadiu após saber das prisões de outros membros do coletivo criminal.

“Esse indivíduo já era objeto de investidas policiais, sobretudo da Polícia Militar na região, desde o ano de 2018. A captura se deu após trabalharmos nesse nome, de forma integrada e com o intercâmbio de informações entre as duas instituições”, destacou Leonardo Barreto, diretor do DHPP.

Outro suspeito ligado a ele foi preso na região do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, no Ceará, sendo este identificado por Jaziel Claro Bernardo, 34 anos, o “Lourão”. Este já possui antecedentes criminais por crimes de tráfico de drogas, falsificação de dinheiro e por integrar organização criminosa. “Farmácia” e “Lourão” integram junto de Nicolas Nilton da Silva, 21, preso na última sexta-feira (26), a lista de investigados como mandantes e executores de diversos homicídios e também responsáveis pela comercialização de entorpecentes na região. Contra eles haviam mandados de prisão cautelar por homicídio decorrentes de investigações conduzidas pelo DHPP.

“A Operação 5° Mandamento já havia sido responsável pelo cumprimento de 52 mandados de prisão em suas três fases. E agora, com essas duas novas prisões, nós chegamos ao quantitativo de 54 mandados cumpridos e pessoas capturadas que possuem relação com os Crimes Violentos Letais Intencionais, notadamente homicídios”, disse Barreto. Os homens foram encaminhados à sede do DHPP, onde foram ouvidos. Agora, os suspeitos se encontram à disposição do Poder Judiciário.

Ascom SSPDS - Texto e foto


0 comentários:

Postar um comentário