Investigação policial e análise pericial ganharão recursos para o fortalecimento do combate à redução de crimes no Ceará ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA MENSAGEM BÍBLICA

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quinta-feira, 25 de março de 2021

Investigação policial e análise pericial ganharão recursos para o fortalecimento do combate à redução de crimes no Ceará

 


Para que um crime seja solucionado, inteligência e estratégia andam sempre de mãos dadas. Somado a isso, o armazenamento de dados e a análise pericial são subsídios essenciais para a conclusão de uma investigação policial. Com a aprovação do investimento do Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência (PReVio), no último dia 12 de março, cerca de R$ 28 milhões serão destinados ao fortalecimento das políticas de segurança pública voltadas para esse eixo no Ceará.

O PReVio, programa coordenado pela Vice-Governadoria do Estado, obteve um crédito de R$ 290 milhões, por intermédio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Desse valor, R$ 28.350,00 serão destinados para a área de inteligência e investigação policial. O financiamento visa ampliar a estrutura dessas áreas e adquirir equipamentos voltados para o processamento de informações que auxiliem na redução dos crimes violentos no Estado, além de dar assistência aos grupos mais vulneráveis.

Para Helano Nogueira, superintendente de Estratégia e Pesquisa em Segurança Pública (Supesp), vinculada da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o aporte financeiro é essencial para dar continuidade ao trabalho policial que já vem sendo realizado no Ceará. “A viabilização desse investimento se torna ainda mais importante para a produção de inteligência, uma vez que utilizamos diversas ferramentas de tecnologia e temos alcançado bons índices. A Supesp irá participar dos três eixos do programa, fornecendo indicadores criminais, estudos socioeconômicos e territoriais, e, atuando também, na prevenção da reincidência infracional, proteção às pessoas e construção de Unidades Integradas de Segurança (Unisegs).

Ele completa: “É importante destacar que esse investimento foca também na estruturação e dará condições para que os colaboradores possam se desenvolver junto a um ambiente propício a pesquisas e projetos estratégicos voltados para o fortalecimento das políticas de segurança pública do Ceará”.

Do valor que ficará disponível para a área de inteligência e investigação, R$ 12,2 milhões serão reservados para a compra de equipamentos e estruturação do Data Center – um centro de processamento de informações – que tem o objetivo de garantir o tráfego, o armazenamento e o processamento de uma grande quantidade de dados de maneira ininterrupta. Com as melhorias nos repasses, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) também será beneficiada nas atividades em que opera.

Pefoce

Como forma de fortalecer a análise pericial e dar suporte para a reunião de subsídios com a finalidade de robustecer os inquéritos policiais, a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também será contemplada. O investimento de R$ 16,1 milhões será investido ao longo dos próximos três anos. O montante será destinado para aquisição de novos equipamentos e a ampliação e modernização dos laboratórios, além da capacitação dos servidores da vinculada da SSPDS.

De acordo com o perito geral da Pefoce, Júlio Torres, os recursos previstos possibilitarão uma celeridade nas investigações, além de contemplar Capital e Interior. “Teremos condições de processar mais amostras biológicas (DNA), dar mais respostas para a medicina legal, ao mesmo tempo em que vamos reter as demandas de análise de drogas brutas do Interior no próprio núcleo dessas cidades, reduzindo assim o deslocamento e realização de análises realizadas em Fortaleza”, explica ele.

Com a utilização do crédito, serão ampliados os laboratórios da Coordenadoria de Análises Laboratoriais Forenses (Calf) e os núcleos localizados no Interior. Está prevista ainda a aquisição de cinco equipamentos cromatógrafos de alta tecnologia que serão instalados na sede da Pefoce, em Fortaleza, no Núcleo de Perícia Forense da Região Norte, sediado em Sobral, e no Núcleo da Região Centro Sul, localizado na cidade de Iguatu.

Além da Calf, a Coordenadoria de Perícia Criminal (Copec) também receberá investimentos para modernização e ampliação dos laboratórios de Documentoscopia, Informática e Audiovisual Forense e Balística Forense. Haverá também a modernização do Laboratório de Identificação Papiloscópica da Coordenadoria de Identificação Humana e Perícias Biométricas (CIHPB) e um projeto de melhorias na Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI).

Ascom SSPDS


0 comentários:

Postar um comentário