Governo do Ceará e fundações parceiras realizam ações com foco no desenvolvimento infantil em 24 municípios ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA MENSAGEM BÍBLICA

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

sexta-feira, 5 de março de 2021

Governo do Ceará e fundações parceiras realizam ações com foco no desenvolvimento infantil em 24 municípios

 


Cuidar da infância é cuidar do presente e do futuro. Nesta quinta-feira (4), secretários e técnicos de assistência social de 24 municípios cearenses foram apresentados a ações e projetos da coalizão, realizada pelo Governo do Ceará, através do Programa Mais Infância Ceara, em parceria com as fundações Maria Cecília Souto Vidigal, Bernand Van Lee e Porticus, fortes aliadas na construção de políticas públicas para as crianças cearenses, investindo cerca de R$ 7,5 milhões no Estado. Projetos e pesquisas dos eixos parentalidade e gestão foram apresentados para os municípios, que também receberão ações com foco na educação infantil e cidades. A reunião foi conduzida pela primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, e a titular da Secretaria da Proteção Social Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Socorro França.

 

“Nossa proposta é iniciar a implementação das pesquisas e dos programas com estas 24 cidades e depois ampliar para os 184 municípios cearenses. Estamos falando de tecnologia social, de investimento na construção de um futuro com pessoas mais solidárias e que pensam em soluções coletivamente. Chegamos até aqui porque acreditamos na pesquisa, que sempre foi nosso guia na construção do Programa Mais Infância e continuará sendo. Somos grandes porque somos muitos e sonhamos juntos um futuro e um presente cheio de possibilidades para as nossas crianças”, frisou Onélia Santana.

As ações serão apoiadas pelo Estado, por meio da Secretaria de Proteção Social e Secretaria da Educação. A titular da SPS, Socorro França, destacou que o Mais Infância Ceará não é só um programa de transferência de renda, mas uma lente de aumento para que as famílias em situação de extrema vulnerabilidade possam ser vistas. “Nós estamos dando visibilidade não só para as crianças, mas também para os pais, que a partir desta política pública passam a entender e acessar seus direitos. Eu tenho muito orgulho de estar à frente da execução desta política junto com a professora Onélia Santana e não tenho dúvidas de que o nosso alcance só tende a se expandir por todo o Estado do Ceará”, complementou Socorro França, em sua fala na abertura da reunião.

As articulações para implementação do Programa ACT – Prevenção à Violência contra Crianças já iniciaram nos 24 municípios cearenses. O programa coordenado pela psicóloga, Elisa Altafin, e a docente de psicologia da Universidade de São Paulo (USP), Beatriz Linhares, vai trabalhar com pesquisa própria e fortalecimento da parentalidade no enfrentamento de contextos de risco para as crianças cearenses. Já a pesquisa desenvolvida pela cientista chefe e professora da  Universidade Federal do Ceará (UFC), Márcia Machado, vai avaliar o perfil das famílias beneficiárias do Cartão Mais Infância Ceará, possibilitando o acompanhamento a longo prazo destas famílias.

“Nós vamos consolidar, a partir desta pesquisa, indicadores muito importantes para entender quem é o público do Cartão Mais Infância e quais suas maiores necessidades e desafios. Esta pesquisa é uma lupa que estamos colocando para ver a situação destas famílias que vivem em alto índice de vulnerabilidade em nosso Estado e que precisam de políticas públicas muito bem planejadas para que possam acessar seus direitos e oferecer uma infância digna para seus filhos”, ressaltou Márcia Machado, que também lembrou que este é o primeiro estudo da Região Norte e Nordeste voltado especificamente para famílias em situação de vulnerabilidade social.

Critérios

Claudia Vidigal, da Fundação Bernand Van Lee, destacou que esta coalizão do Estado do Ceará com municípios, academia e instituições parceiras  tem um ganho social de grande peso para o desenvolvimento infantil no Ceará, que é um celeiro de práticas pioneiras neste segmento. “Nós buscamos essa parceria porque percebemos o quanto o Programa Mais Infância Ceará tem feito a diferença para centenas de famílias em situação de vulnerabilidade. Foi assim que surgiu a vontade de dar as mãos com esse projeto para ajudar outras famílias e apostar numa infância com brincadeiras, saúde e plenitude para todos”, enfatizou Claudia Vidigal.

As ações serão implantadas nos municípios de Acaraú, Aquiraz, Ararendá, Barbalha, Camocim, Chaval, Crateús, Crato, Eusébio, Fortaleza, Granja, Irauçuba, Itatira, Jaguaruana, Juazeiro do Norte, Mauriti, Paramoti, Quixadá, Salitre, São Gonçalo do Amarante, Sobral, Tianguá, Trairi, Viçosa do Ceará.

Scheyla Castelo Branco - Ascom SPS

0 comentários:

Postar um comentário