Cedro assina adesão ao consórcio nacional para compra de vacinas contra a Covid-19 ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA MENSAGEM BÍBLICA

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quinta-feira, 4 de março de 2021

Cedro assina adesão ao consórcio nacional para compra de vacinas contra a Covid-19



sistema de autofinanciamento dará suporte aos municípios caso o Plano Nacional de Imunização (PNI), do governo federal, não consiga suprir a demanda nacional. Prefeito Joãozinho de Titico está empenhando “de corpo e alma” na aquisição de mais doses. “Temos urgência”. 

 

Após reunião online com representantes da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), na tarde da segunda-feira (1/3), o prefeito Joãozinho de Titico anunciou que  Cedro passou a integrar o consórcio de municípios que irão comprar diretamente do fabricante a vacina contra a Covid-19. O formulário foi preenchido e o documento assinado na tarde da terça-feira (2/3), na presença da vice Ana Nilma e da secretária de Saúde Norma Marques. A previsão é que o consórcio seja constituído e instalado até o dia 22 de março.  

 

O próximo passo será com o Legislativo local, para onde será enviado o projeto de lei e os vereadores autorizarem a compra por parte do município. Nas redes sociais, Joãozinho deixou bem claro que “o quadro atual, em nosso país, é dos mais graves”, requerendo esforço redobrado do governo de Cedro. “Estamos trabalhando incansavelmente para reunir recursos financeiros que possibilitem a compra de vacina para todos os cidadãos. Pensar em saúde é a nossa prioridade. Salvar uma vida que seja faz toda diferença”, escreveu.  

 

Sobre a adesão ao consórcio a vice Ana Nilma ressalta que é uma oportunidade ímpar de união entre os municípios brasileiros. “O momento exige cuidado e celeridade, a compra em grande escala diminui custos e aumenta o alcance do projeto de imunização. E o consórcio é o instrumento que vai garantir segurança jurídica”, ensina.   

 

Muitos desafios 

O secretário-executivo da FNP, Gilberto Perre, esclareceu que a intenção não é competir com o Ministério da Saúde na compra de vacinas, mas de somar esforços. “Os desafios são grandes. A proposta não é contrapor o governo em relação às vacinas que já estão em contratação, mas somar esforços com as que têm potencial. Essa pandemia pode se transformar em endemia e os municípios precisam estar preparados para alcançar resultados positivos com a vacinação”, disse. Até o momento, dez vacinas estão aprovadas e disponibilizadas e cerca de 240 estão em teste em todo o mundo.  

 

Em tramitação na Câmara dos Deputados 

No dia 24 de fevereiro, o Senado aprovou o Projeto de Lei 534/2021, amparado na decisão do STF, especificando as hipóteses de aquisição. O texto prevê que os entes federados poderão adquirir vacinas, em caráter suplementar, com recursos federais. E que poderão utilizar recursos próprios, excepcionalmente, quando houver descumprimento do PNI ou quando este não preveja cobertura imunológica tempestiva e suficiente contra a doença.  

 

Mais adesões  

As gestões municipais de Sobral, Milhã, São Luís do Curu, Quixelô, São Gonçalo do Amarante e Nova Olinda também deverão receber aval dos vereadores para a compra de vacinas.  

 

Números da Covid-19 no município 

Cedro atualizou seu boletim na última Quarta-feira (3/3): são 1.291 casos confirmados, 1.187 pessoas recuperadas e 20 óbitos. 



Marciel Bezerra
Assessoria de Imprensa - Prefeitura de Cedro

0 comentários:

Postar um comentário