Ministério avalia banco de dados com CPFs aptos ao novo auxílio emergencial ~ TribunaIguatu.com
Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Ministério avalia banco de dados com CPFs aptos ao novo auxílio emergencial

 


O Ministério da Cidadania quer reduzir pela metade o número de brasileiros que terão acesso a nova rodada do auxílio emergencial. Segundo a pasta, já existe um banco de dados com os números de CPFs das pessoas que terão acesso ao benefício.

Hoje, quarta-feira (17/02), foi publicada uma matéria no Portal BR104 informando que: 40 milhões de brasileiros receberão uma nova rodada do auxílio emergencial. No entanto, esses números foram atualizados. Segundo informações do jornal Istoé, os 14 milhões de beneficiários do Bolsa Família serão inclusos nas parcelas do auxílio, e outros 19 milhões de trabalhadores fecharão a quantidade de pessoas que terão acesso a nova prorrogação.

Ao todo, a soma chega aos 33 milhões de brasileiros, e não 40, como havia sido propagado pelo Ministro da Economia, Paulo Guedes. A mudança, no entanto, remete a um estudo realizado pela equipe econômica do Governo Federal, que levou em consideração cerca de onze bancos de dados, incluindo: O Caged, INSS, MEI, CNIS, e uma plataforma desenvolvida por três secretarias do Governo.

Os dados inclusos nas plataformas devem servir como base para o Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em benefícios futuros e, sobretudo, para aprimorar os programas já existentes em seu governo. Além de impedir que os servidores públicos tenham acesso ao benefício como nas rodadas anteriores.

Qual será o valor da nova roda do auxílio emergencial?

Até o momento, a equipe econômica do governo Bolsonaro não divulgou um valor especifico para as novas parcelas que serão pagas. No entanto, especula-se que a quantia gire em torno de R$ 250 ou R$ 200 em três ou quatro parcelas.

0 comentários:

Postar um comentário