Ceará tem, a partir desta quinta-feira, toque de recolher de 22h às 5h; Aulas presenciais ficam suspensas ~ TribunaIguatu.com

PROGRAMA TRIBUNA SHOW

Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Ceará tem, a partir desta quinta-feira, toque de recolher de 22h às 5h; Aulas presenciais ficam suspensas

 


O Governo do Estado ampliou as restrições para circulação de pessoas e veículos no Ceará para tentar mais vez frear o avanço da pandemia da Covid-19 que provocou, nas últimas duas semanas, a superlotação de hospitais públicos e privados na Grande Fortaleza e no Interior. Uma das medidas é o toque de recolher, entre 22 horas e 5 horas.

Outra medida é a suspensão das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas. As ações foram anunciadas, na noite desta quarta-feira (17), e estão no novo decreto estadual, com publicação no Diário Oficial do Estado, e entram em vigência a partir desta quinta-feira (18), com vigência até o dia 28. A suspensão das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas, porém, vale a partir de sexta-feira (19).

O anúncio das medidas foi feito, pelas redes sociais, pelo Governador Camilo Santana (PT) ao lado do prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), e do Secretário de Saúde, Dr. Cabeto.

O novo decreto estadual flexibiliza os serviços do transporte intermunicipal de passageiros que serão retomados com uma fiscalização mais rigorosa para dar segurança sanitária a passageiros e motoristas. A decisão de autorizar o transporte intermunicipal alivia as empresas do setor e evita a quebradeira de empresas e demissões que poderiam acontecer caso o serviço permanecesse suspenso por mais uma semana.

Veja a lista das novas medidas:

* Funcionamento do comércio: até 20h de segunda a sexta;
* Apenas serviços essenciais podem funcionar depois de 20h;
* Sábados e domingos: restaurantes só podem funcionar até 15h e o comércio, inclusive shoppings, só podem funcionar até 17h;
* Espaços públicos do Ceará serão fechados, todos os dias, a partir de 17h;
* Suspensão das atividades presenciais em escolas públicas e particulares;
* Trabalho remoto no serviço público (estadual e municipal), com exceção das atividades essenciais;
* Barreiras sanitárias em Fortaleza e a recomendação para instalar nas cidades do interior;
* Funcionamento do transporte intermunicipal com fiscalização reforçada.

O cenário em Fortaleza é preocupante e de alerta: até o dia 15 de fevereiro, 10.909 pessoas foram atendidas nas UPAs da capital. Camilo fez um apelo para que a população obedeça as novas regras. “É importante que cada um dos cearenses colabore, agora mais do que nunca”, destaca Camilo.

0 comentários:

Postar um comentário