Auxílio Emergencial: Projeto de lei prorroga parcelas até junho de 2021

Você deve ler
Texto também estende estado de calamidade pública em decorrência da pandemia de Covid-19.
Saque do auxílio emergencial / Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

 O recebimento do auxílio emergencial consecutivo será limitado a duas
cotas por família.

A mulher chefe de família terá direito a receber parcelas mensais de R$
1,2 mil.

Bolsa Família

O valor do auxílio devido à família beneficiária do Bolsa Família será
calculado pela diferença entre o valor total previsto a título do auxílio
emergencial consecutivo e o valor previsto na soma dos benefícios financeiros
estabelecidos pela Lei do Bolsa Família.

Caso o montante direcionado à família pelo programa assistencial seja
maior ou igual ao valor do auxílio consecutivo, serão pagos apenas os
benefícios do Bolsa Família.

Estado de calamidade

A proposta também prorroga até 30 de junho de 2021 o estado de
calamidade pública previsto no Decreto Legislativo 6/20, por conta da continuidade da
emergência de saúde pública relacionada ao novo coronavírus.

 

Fonte: Agência Câmara de Notícias

spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário!
Nome

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ
spot_img
spot_img
PUBLICIDADES
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Novo site da Rádio tribuna de Iguatu

Ouça Nossa Rádio No Rádios Net

Anuncie a sua Empresa Aqui

Anuncie a sua empresa Aqui

Baixe Nosso APP No Play Store

Arquivos do Site

Postagens Relacionadas

spot_img