Principal unidade pública para pacientes com Covid em Fortaleza tem 100% de ocupação ~ TribunaIguatu.com
Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Principal unidade pública para pacientes com Covid em Fortaleza tem 100% de ocupação


O hospital Leonardo da Vinci, em Fortaleza, voltado para o tratamento da Covid-19, está com ocupação total de pacientes nesta terça-feira (13). São 41 leitos de enfermaria e 26 de unidade de terapia intensiva (UTI), todos ocupados por pessoas com a doença.

A unidade foi transformada pelo governo do Ceará no principal ponto de atendimento a casos de média e alta complexidade para os infectados com o novo coronavírus (SARS-CoV-2) e funciona desde o mês de março.

O hospital chegou a contar com 230 leitos, sendo 150 de UTIs, no momento mais crítico da pandemia no estado. Com o passar dos meses e a queda no número de casos, vários foram desativados.

Atualmente, a ocupação total de leitos de UTIs no Ceará está em 64,16% e nas enfermarias, de 29,32%. Em relação ao número de casos, o estado já diagnosticou 260.642 pessoas. Um total de 9.140 óbitos foram contabilizados.

Veja outras informações da plataforma:

Ambulância chega ao Hospital Leonardo Da Vinci, unidade de referência só para doentes com coronavírus, no bairro Aldeota, no Ceará, neste domingo (24) — Foto: João Dijorge/PhotoPress/Estadão Conteúdo

A taxa de ocupação das UTIs cearenses é de 67,11%;
A taxa de ocupação das enfermarias cearenses é de 30,1%;
A letalidade da doença no Estado é de 3,5 %;
Houve uma morte confirmada pela Covid-19 nas últimas 24 horas.

Os números apresentados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Retomada da economia

Todas as regiões do Ceará estão na quarta e última fase do plano de retomada da economia. Nesta etapa, a maior parte das atividades são permitidas, mas com restrição de horários e com medidas de segurança sanitária, como uso de máscara e disponibilidade de álcool em gel.

A abertura de bares ainda não é permitida e algumas séries voltaram a ter aulas presenciais em escolas particulares em 1º de outubro.

Por: G1-CE.

0 comentários:

Postar um comentário