Coluna Observatório Pet - Luan Lopes - Alimentação: o que eu não posso oferecer ao meu pet? ~ TribunaIguatu.com
Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

terça-feira, 6 de outubro de 2020

Coluna Observatório Pet - Luan Lopes - Alimentação: o que eu não posso oferecer ao meu pet?


Escolhi abordar este tema no texto deste mês pela grande freqeuência com que sou questionado diariamente pelos tutores que atendo na minha rotina. Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que (e de que forma) podem oferecer alguns alimentos aos seus pets. Espero que após ler esta matéria você consiga, de maneira adequada, complementar a alimentação do seu animalzinho de estimação com algumas opções de alimentos seguros e saudáveis.

Quais alimentos são proibidos?

1- Adoçante artificial:

O xilitol é uma substância que está presente em muitos produtos light e diet, além de outros como pasta de dente e goma de mascar, não causando problemas para humanos, mas extremamente tóxico para cães. Pode causar uma diminuição grave da glicemia, que pode levar a fraqueza, incoordenação motora e convulsões.

2- Abacate

No caso do abacate, o problema maior é a casca, que tem grandes quantidade de persina, uma substância que pode causar distúrbios gastrointestinais como vômito e diarreia. Porém, apesar de poder ser oferecida em pequenas quantidades, a polpa do abacate tem grandes quantidades de gordura, que podem prdispor à pancreatite (inflamação do pâncreas).

3- Alho e Cebola

O detalhe mais importante no caso do alho, da cebola e dos demais vegetais do gênero Allium, é que eles não precisam ser ingeridos crus para causar problemas. Alimentos cozidos temperados com estes vegetais também podem causar alteração e destruição das células vermelhas do sangue, levando a anemias que podem ser graves, necessitando de transfusão e levar ao óbito.

4- Cafeína

Embora a cafeína não seja tóxica para os cães, possui o mesmo efeito estimulante do sistema nervoso central que nos humanos, então dependendo da quantidade consumida pode causar tremores e até convulsão.

5- Chocolate

Este doce é conhecidamente tóxico para cães. Contém uma substância chamada teobromina, que está presente em maior quantidade nos chocolates mais ecuros e amargos, que interfere nos processos metabólicos dos cães, podendo levar a desordens gastrointestinais, arritmias cardíacas, convulsões e morte.

6- Nozes

A mais perigosa das nozes é a de macadâmia, que pode causar sérios problemas em pequenas quantidades, devido a uma toxina ainda não identificada. Pode causar convulsões, fraqueza, tremores, dores abdominais, dificuldade respiratória e hipertermia, além de existires relatos de paralisia após o consumo destas nozes.

7- Carambola

A toxicidade maior acontece quando esta fruta está verde, pois possui grandes quantidades de oxalato de cálcio solúvel, fazendo com que a concentração de cálcio no sangue diminuam, ocasionando vômitos, diarreia, tremores e até injúria renal aguda se em grandes quantidades. A carambola madura é menos tóxica.

8- Uva e uva-passas

Embora sejam muito saudáveis para humanos, estas frutas são muito tóxicas para os cães, podendo levar a insuficiência renal aguda, insuficiência hepática, vômitos, diarreia e até à morte.

Estes são alguns exemplos de alimentos comumente encontrados no nosso dia-a-dia, mas que podem ser muito perigosos para nossos companheiros pet. No próximo texto falaremos sobre alimentos que podem ser oferecidos de maneira segura para o seu amigo de quatro patas.

Até a próxima!! Um abraço.

Por Luan Lopes.

0 comentários:

Postar um comentário