SSPDS e vinculadas programam atividades sobre os cuidados para a saúde mental em alusão ao Setembro Amarelo ~ TribunaIguatu.com
Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quinta-feira, 3 de setembro de 2020

SSPDS e vinculadas programam atividades sobre os cuidados para a saúde mental em alusão ao Setembro Amarelo


Cuidar da saúde mental nunca esteve tão em evidência quanto neste ano. Toda a humanidade foi surpreendida por uma doença nova e desconhecida que não faz distinção de sexo, idade ou território. A chegada avassaladora do novo coronavírus em nosso meio acendeu ainda mais o alerta para mantermos a saúde em dia, especialmente a saúde mental. Pensando nisso, a campanha anual do Setembro Amarelo ganha ainda mais importância em meio à pandemia da Covid-19. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e suas vinculadas prepararam uma série de atividades educativas para seus servidores e colaboradores lembrarem de olhar para si e cuidar da mente.

“Iniciamos este mês de setembro com uma campanha que a cada ano que passa nós nos envolvemos mais. Este que é um mês totalmente dedicado para se discutir e aprofundar mais o debate sobre a saúde mental de todos nós. Em especial, temos uma preocupação redobrada com a saúde mental dos nossos profissionais da segurança pública. É um mês para gente avançar em toda essa temática. Seguimos investindo, além de criarmos uma assessoria biopsicossocial, que atua com profissionais específicos para esta temática. Nossas vinculadas também atuam nesta questão, contratando profissionais, para que possamos ampliar o atendimento e o cuidado”, conta André Costa, secretário da SSPDS, que apresenta um panorama acerca dos investimentos feitos na área em prol da saúde dos profissionais da segurança pública do Estado.

O serviço de saúde e cuidado voltado para os agentes da segurança também abrange o Interior do Estado. “Temos também uma atuação no Interior, através de convênios e parcerias com as prefeituras, para que possamos alcançar sempre o maior número possível de profissionais. É um momento importante para nós. Estamos engajados, juntamente com as academias e as universidades, para que possamos cada vez mais melhorar este tipo de atendimento. É um mal grave, muitos usam o termo ‘a doença do século’. Por isso, é um trabalho de suma importância. Por ser um trabalho (dos agentes da segurança pública) que necessita de um alto teor de concentração, se torna estressante, sendo sempre necessário este tipo de auxílio”, completa.

Um dos destaques da programação da SSPDS em alusão ao Setembro Amarelo será o contrato firmado entre a Assessoria de Assistência Biopsicossocial (Abips) da SSPDS e a Cooperativa de Trabalho dos Psicólogos do Ceará (COOPSIC). A partir deste mês, profissionais da COOPSIC atuarão em complemento aos atendimentos já oferecidos pela Abips aos servidores da segurança pública do Ceará. Os atendimentos e plantões psicológicos presenciais e remotos, inclusive no acolhimento dos servidores que residem no Interior, serão ampliados. Para agendar, é preciso ligar para os telefones da Abips: (85) 3223-1837 ou (85) 3214-1975.

Além dos atendimentos presenciais e remotos, a Abips vai promover lives com especialistas e realizar visitas às vinculadas para conscientizar os agentes da segurança pública sobre os cuidados com a saúde física e mental. “A proposta das visitas e momentos com gestores têm como intuito conscientizá-los da importância do cuidado e olhar atento para com seus liderados e comandados, bem como orientá-los para situações que envolvam crises com ideação suicida e outros transtornos psiquiátricos, nos colocando como setor estratégico e de acolhimento. Além disso, incentivá-los a perceber também a importância do autocuidado”, revela a psicóloga e assessora da Abips, Bruna Gadelha.

No primeiro dia do mês de setembro, ontem, nos corredores da sede da SSPDS, na Avenida Bezerra de Menezes, uma visita promovida pela Coordenadoria de Gestão de Pessoas (Cogep) chamou a atenção dos profissionais que ainda estão se adaptando à nova rotina de trabalho presencial. Um kit com um laço amarelo, marca registrada da campanha do Setembro Amarelo, e um panfleto com dicas para se conectar com a vida foi entregue aos funcionários. A iniciativa aproximou os servidores e acendeu o interesse sobre as temáticas que envolvem a campanha.


Polícia Militar

A Coordenadoria de Saúde e Assistência Social e Religiosa (CSASR) reservou o mês de setembro para agendar programações especiais e visitas técnicas aos batalhões da Polícia Militar na Capital e no Interior. Serão promovidas palestras, práticas integrativas, encontros sociais, vacinação e outras atividades ligadas ao bem-estar e à saúde dos militares. Além disso, Polícia Militar do Ceará (PMCE) preparou duas lives durante o mês para abordar temas voltados para os cuidados com a saúde. A primeira transmissão em tempo real acontece no dia 9 de setembro.

“A campanha Setembro Amarelo é um evento extremamente importante para a Polícia Militar do Ceará (PMCE), uma vez que traduz para o nosso público interno a essência da nossa corporação, de proteger as pessoas. Quando falamos em proteção das pessoas está bastante inserida neste meio a proteção e acolhimento aos nossos policiais. É a natureza da nossa profissão ser aliada à pressão do dia a dia, por isso, temos a necessidade de ter um olhar mais apurado para o ser humano. A PMCE tem se preocupado com isso através da reformulação da CSASR. Realizamos diversas campanhas sobre o tema, sempre visando o acolhimento deste policial e a prevenção ao seu adoecimento”, destaca o comandante geral da PMCE, coronel Alexandre Ávila.
Polícia Civil

Durante este mês, o Departamento de Assistência Médica e Psicossocial (Damps) vai retomar as visitas às unidades da Polícia Civil para conversas com os servidores e colaboradores a respeito de temas ligados à qualidade de vida e à saúde física e mental dos policiais civis e demais servidores. Atendimentos com nutricionista, médico, psicólogos, assistentes sociais, educador físico e fisioterapeutas seguem em andamento e respeitando as regras de distanciamento social e higiene pessoal. Nos próximos dias, o Damps vai preparar dias especiais com aferição de pressão, sessões com fisioterapeutas e grupos de conversas sobre saúde.

O delegado geral da Polícia Civil do Ceará, Marcus Rattacaso, destaca a importância do tema e faz um chamamento aos policiais civis. “No mês de setembro, as vinculadas do sistema de segurança pública usualmente abrem a campanha Setembro Amarelo, que visa principalmente zelar pela saúde mental dos seus integrantes, dos seus servidores e dos seus policiais. É muito interessante uma atenção especial para cuidar dos cuidadores. Os policiais precisam disso, sempre zelando pela sua saúde mental, pois lidam diariamente por situações de risco, situações de alto estresse. Mais uma vez, eu conclamo a todos os policiais civis que deem uma atenção especial a essa problemática, que é a preocupação com a saúde mental. Para isso, disponibilizamos o Damps para sempre dar um apoio integral a nossos policiais”, enfatiza o convite.
Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) promove uma série de transmissões ao vivo sobre temas relacionados à atividade bomberística e à prevenção ao suicídio. O evento virtual iniciou ontem (1º) e segue até o fim do mês, sempre pelo perfil oficial dos bombeiros do Ceará @cbm.ce. Durante a programação, serão abordados temas como a prevenção de suicídio em idosos, operações com drones em tentativa de suicídio, normas técnicas em edificações para prevenção de suicídio, prevenção de suicídio para profissionais de segurança pública, entre outros temas variados. As apresentações serão conduzidas por bombeiros do Ceará, integrantes de outras forças da segurança pública do Brasil e por acadêmicos.

O ponto de partida da programação foi uma live com o comandante geral do CBMCE, Luís Eduardo Soares de Holanda, que fez a abertura e deu início oficial ao evento on-line. “O CBMCE mais um ano se integra de uma maneira muito forte à campanha do Setembro Amarelo, há muitos anos desenvolvemos uma série de ações, como o Curso de Atendimento a Tentativas de Suicídio (CATS), curso reconhecido no Brasil. Ao todo, 25 estados já passaram pela nossa formação, vários bombeiros de outros países e forças armadas tiveram a oportunidade de fazer esse treinamento junto aos bombeiros do Ceará, sempre no sentido de preservação da vida, nosso bem maior. O principal objetivo de ser bombeiro é a preservação da vida, por isso, o CBMCE não poderia ficar de fora dessas ações”, ressaltou o coronel Holanda.

O comandante também destacou o papel do bombeiro militar e o olhar diferenciado que ele deve ter nas ocorrências quando é acionado. “Entendemos que muito mais do que irmos para nossas ocorrências ordinárias, a prevenção também é um grande aspecto da nossa instituição e a prevenção ao suicídio também é uma das nossas preocupações. Por isso investimos muito forte na formação, na qualificação dos nossos profissionais para que possamos levar a ideia da prevenção e sua abordagem técnica ao combate ao suicídio. Essa é a nossa missão”, destaca o comandante do Corpo de Bombeiros do Ceará, Luís Eduardo Soares de Holanda.

Por: SSPDS.

0 comentários:

Postar um comentário