Cerca de 6 milhões não receberão todas as novas parcelas do auxílio emergencial

Você deve ler

Em meio a pandemia do novo coronavírus, a concessão do auxílio emergencial veio como ajuda fundamental para milhares de cearenses que viram sua renda ter uma queda drástica ou até deixar de existir. O benefício teve seu pagamento estendido até o mês de dezembro, mas com valor reduzido, porém a prorrogação não atingirá a todos e fará com que até 6 milhões dos atuais beneficiários não recebam integralmente a segunda rodada do benefício.

De acordo com as novas regras estabelecidas na medida provisória que prorrogou o auxílio emergencial, a ajuda será paga até o fim desde ano, sendo assim, só receberão as 4 novas parcelas os beneficiários que tiveram a 5ª e última parcela de R$ 600 creditada até o mês de agosto. Não haverá, portanto, dispêndios referentes a este ano em 2021.

A primeira parcela do auxílio foi paga em abril e a última, em agosto. Mas nem todos os beneficiários receberam em dia. Na primeira fase, o auxílio emergencial não tinha “prazo de validade” e, por este motivo, muitos beneficiários ainda recebem parcelas em atraso.

Por: Ceará Agora.

spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário!
Nome

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ
spot_img
spot_img
PUBLICIDADES
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Novo site da Rádio tribuna de Iguatu

Ouça Nossa Rádio No Rádios Net

Anuncie a sua Empresa Aqui

Anuncie a sua empresa Aqui

Baixe Nosso APP No Play Store

Arquivos do Site

Postagens Relacionadas

spot_img