Setembro 2020 ~ TribunaIguatu.com
Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Receita paga hoje restituições do quinto lote do Imposto de Renda


A Receita Federal paga hoje (30) o quinto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2020 para 3.199.567 contribuintes. O valor total dos créditos bancários é de R$ 4,3 bilhões.

Foram contemplados neste lote 3.120.836 contribuintes não prioritários, que entregaram a declaração até o dia 19 de junho, além de contribuintes com prioridade legal, sendo 7.761 idosos acima de 80 anos, 44.982 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.685 com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave e 21.303 pessoas cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal na internet. Na consulta à página da Receita, no Portal e-CAC , é possível acessar o serviço Meu Imposto de Renda e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre a liberação das restituições e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Portal e-CAC, no serviço Meu Imposto de Renda.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento pelos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Fonte: Agência Brasil.

Governo do Ceará e Prefeitura de Fortaleza inauguram última etapa do IJF2



O Instituto Doutor José Frota conta agora com 664 leitos, 203 deles na nova torre

Referência no socorro aos traumas e lesões de alta complexidade, o Instituto Doutor José Frota (IJF) se consolida como um dos maiores hospitais públicos do País a partir da conclusão da obra da segunda torre hospitalar. Na manhã desta terça-feira (29) o Governo do Ceará e Prefeitura de Fortaleza inauguraram o IJF2, construído em parceria entre os governos estadual e municipal. Com a entrega do segundo, prédio denominado Doutor Juraci Magalhães, a unidade passa a contar com 203 novos leitos, sendo 47 deles prioritários para idosos, 24 na ala de pediatria e mais 30 leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Juntas, as duas torres oferecem 664 leitos.

O IJF passa a ser o maior hospital público do Ceará e um dos mais importantes do Norte e Nordeste. “É uma ampliação que praticamente dobra a capacidade de atendimento do hospital. Os leitos de UTI passam de 33 para 63. São mais de 200 novos leitos para acolher as pessoas que mais precisam da saúde pública, o que representa mais de 80% do povo cearense”, afirmou o governador Camilo Santana.



De acordo com o governador, o IJF é um hospital que não deixa a desejar diante de qualquer hospital privado.“Agora, mais do que ter um equipamento físico é ter uma grande e boa equipe de profissionais”, afirmou, cumprimentando a todos aqueles que atuam na unidade e em todo o estado, especialmente na linha de frente contra a pandemia de Covid-19.

Ainda em sua fala Camilo ressaltou que o novo IJF vai melhorar o atendimento e a saúde pública para a população de Fortaleza. Também lembrou que havia um gargalo preocupante em todo o Estado principalmente no que se refere a leitos de UTIs e cirurgias, porém esse problema está sendo solucionado, uma vez que o Estado adotou o processo de regionalização. “É o primeiro estado no Brasil que está oficialmente regionalizando a saúde. Vamos em breve inaugurar o Hospital (Regional) de Limoeiro do Norte que está pronto e será o terceiro no Interior, tirando a demanda que vinha para cá para a Capital”, ponderou, citando a ampliação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva nos hospitais polos. “Não tinha UTI em Crateús e hoje tem. Não tinha UTI aqui, vizinho, na Caucaia, em Iguatu, no Icó”.



Por fim, o governador Camilo Santana lembrou também que no passado não havia hospital público do Estado no Interior do Ceará. “Hoje temos cinco macrorregiões de saúde e estamos trabalhando para que 90% da demanda de saúde da população fique na sua região. Isso, com certeza diminui a pressão sobre Fortaleza. Aqui, o IJF atende até a pacientes de outros estados”, declarou, fazendo alusão à referência que o hospital tem Brasil afora.

O prefeito Roberto Cláudio classificou a inauguração como produto de um sonho. “Um sonho da cidade de Fortaleza e um compromisso pessoal da Prefeitura e do Governo do Estado em ampliarmos a capacidade cirúrgica e de atendimento do que é atualmente o maior hospital de trauma do Norte e Nordeste. Há um tempo atrás a gente planejou e juntos fizemos um investimento transformador, construímos uma nova torre que expande de forma planejada a capacidade de atendimento do hospital. Passamos a ser o maior hospital em número de leitos no Ceará e maior emergência de trauma e de referência. Duplicamos, praticamente, a capacidade e estrutura do centro cirúrgico. Hoje temos os quadros completos e começa a rodar por inteiro”, informou Roberto Cláudio.


Estrutura

O IJF 2 possui 13.237m² de área construída, contando com cinco pavimentos, sendo interligado à unidade principal do IJF por meio de passarelas. Também foi construída entre os dois prédios uma área de convivência para usuários e profissionais. Com as novas instalações, o hospital passou de 33 para 63 em número de leitos de UTIs e de 11 para 20 salas de cirurgia, além 24 leitos para recuperação pós-anestésica, permitindo a realização de até 1.700 procedimentos cirúrgicos por mês. O IJF 2 contará com os serviços de diagnóstico por Ressonância Magnética, o primeiro da rede municipal de saúde, e de hemodinâmica, de importante relevância no tratamento das vítimas de lesões vasculares graves, que já seguem em fase de instalação.


Homenagem

O edifício da torre dois do hospital recebe o nome do Dr. Juraci Magalhães, em homenagem ao ex-prefeito de Fortaleza, idealizador da construção do prédio principal e da primeira grande expansão dos serviços do complexo hospitalar, no início da década de 1990.

Participaram da inauguração a vice-governadora do Estado Izolda Cela; o secretário estadual da Saúde, dr Cabeto; vice-prefeito de Fortaleza, Moroni Torgan; secretária de Saúde de Fortaleza, Joana Maciel; a secretária municipal de Infraestrutura, Manuela Nogueira, e a superintendente do Instituto Dr. José Frota, Riane Azevêdo.

Por: Governo do Estado do Ceará.

Colisão de micro-ônibus e carros deixa feridos na CE-179, entre Groaíras e Sobral, no Ceará


Um acidente envolvendo um micro-ônibus e dois carros deixou ao menos três pessoas feridas, na tarde desta terça-feira (29), na CE-179, rodovia que liga a cidade de Groaíras a Sobral, no norte do Ceará. Com o impacto da colisão, o micro-ônibus tombou e os outros dois veículos foram parar na margem da pista.

Segundo a Polícia Militar, após ser acionada por populares, uma equipe da 2ª Companhia do 3° Batalhão foi ao local e encontrou os motoristas do micro-ônibus e de um dos carros. O condutor do terceiro automóvel foi socorrido com escoriações para uma unidade hospitalar.

O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) estiveram no local. Agentes do Batalhão e Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) orientaram o tráfego, uma vez que micro-ônibus ficou atravessado na pista.

Foto: Divulgação.

Governo do Ceará chega a 96 areninhas entregues ao inaugurar mais quatro equipamentos no Interior


Em transmissão realizada a partir do Palácio da Abolição, o governador Camilo Santana inaugurou mais quatro areninhas no Ceará. Com investimento total de R$ 1.047.615,38, os municípios de Farias Brito, Martinópole, Ocara e Senador Pompeu ganharam os equipamentos que promovem não apenas o esporte, mas também a cidadania. Com as inaugurações de hoje, já são 150 equipamentos esportivos entregues em todo o Ceará, sendo 92 do Governo do Estado no interior e outras 58 na capital, por meio do programa Juntos por Fortaleza.

“Nossa política pública de investir em areninhas não é apenas com foco no esporte, mas de investir em cidadania, saúde e inclusão através da educação e do esporte. Eu adoraria estar presente nas cidades de Farias Brito, Martinópole, Ocara e Senador Pompeu para inaugurar pessoalmente, e aproveitar para jogar o nosso racha e marcar meus gols, que eu sempre faço viu, pessoal?”, celebrou o governador durante a transmissão.



Nesta terça-feira (29), o Governo do Ceará entregou de forma virtual mais quatro areninhas tipo II, totalizando 59. Com área total de 1.200m², cada um dos equipamentos conta com um campo society (dimensões: 38 x 26 = 988 m²) de grama sintética, alambrados e rede de proteção, vestiários com banheiros, acessos pavimentados e torres de iluminação. O Estado conta ainda com outras 37 areninhas tipo I.

O governador reforçou que em breve o Governo do Ceará apresentará um novo pacote de areninhas por todo o Estado. “Deixo aqui meu apelo para cada uma das cidades que recebem as areninhas, que as comunidades zelem pelos equipamentos, pois as areninhas são das comunidades”, apontou Camilo.



Também presente ao evento, o secretário de esporte e juventude, Rogério Pinheiro, disse que com o programa de areninhas por todo o Estado, o Ceará está servindo de exemplo ao Brasil com essa política pública de esporte, saúde e cidadania. “Para que os cidadãos utilizem esses equipamentos de lazer de forma segura e saudável, vamos passar os protocolos sanitários de utilização das areinhas aos secretários municipais”, informou.

Por: Governo do estado do Ceará.
Fotos Carlos Gibaja.

Anvisa deve se reunir com laboratório do Distrito Federal para produzir vacina russa


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve se reunir nesta quarta-feira, 30, com representantes do laboratório farmacêutico União Química para tratar do acordo de produção da vacina russa contra a Covid-19. Essa é a primeira reunião da agência com o laboratório do Distrito Federal.

O laboratório está há três meses em conversas com o Fundo de Investimentos Diretos da Rússia (RDIF), responsável pelo desenvolvimento do imunizante russo, para produção na capital federal.

Técnicos do laboratório estão na Rússia desde a semana passada para dar andamento ao processo de transferência de tecnologia com a RDIF. Enquanto isso, o diretor de negócios internacionais da farmacêutica, Rogério Rosso, cuida das tratativas burocráticas com a embaixada da Rússia no Brasil, que está à frente das negociações.

Segundo Rosso, a União Química está pronta para produzir a vacina russa. “Nossos equipamentos de biotecnologia têm a mesma característica do Instituito Gamaleya da Rússia, ou seja, estamos prontos, do ponto de vista industrial, tecnológico e de técnicos”, afirmou o diretor. Em Brasília há duas unidades de produção: uma de saúde humana e a outra de biotecnologia.

Apesar do acordo de confidencialidade entre as empresas sobre o estudo da vacina russa, o diretor de negócios afirma que o acordo “já está em execução” entre as partes.

Sputinik V

A vacina se chama Sputnik V em homenagem ao primeiro satélite do mundo, lançado pela União Soviética. Alguns especialistas ocidentais alertaram contra o seu uso até que todos os testes aprovados internacionalmente sejam publicados e as medidas regulatórias tenham sido tomadas.

Mas em nota divulgada no início do mês, o RDIF havia dito que a vacina não apresentava efeitos colaterais sérios e tinha “alta segurança e eficácia” comprovadas.

“Os resultados dos ensaios clínicos das fases 1 e 2 da Sputnik V não mostraram eventos adversos sérios para nenhum dos critérios, enquanto a incidência de efeitos colaterais sérios para outras vacinas candidatas varia de 1% a 25%”, disse, no documento, o RDIF.

Repórter Ceará – CNN Brasil.

Libertadores à final do Cearense: confira os horários dos jogos de futebol desta quarta-feira (30)


A quarta-feira (30) de futebol está muito movimentada no Brasil e na Europa. Além da 1ª partida da final do Campeonato Cearense, tem time brasileiro lutando por classificação na Libertadores e por avanço na tabela do Brasileirão. Na Alemanha, Bayern e Borussia Dortmund brigam pelo título da Supercopa nacional.

Veja horários dos jogos desta quarta-feira (30)

Copa Libertadores

Palmeiras x Bolívar - 19h15
Nacional x Racing - 19h15
Caracas x Independiente Medellín - 19h15
Atlético Junior x Barcelona de Guayaquil - 21h30
Flamengo x Independiente del Valle - 21h30
River Plate x São Paulo - 21h30
Alianza Lima x Estudiantes de Merida - 21h30

Campeonato Cearense - Final

Ceará x Fortaleza - 21h30

Brasileirão - Série A

Botafogo x Bahia - 21h30
Corinthians x Atlético/GO - 21h30

Brasileirão - Série B

Confiança x Brasil de Pelotas - 16h30
Cruzeiro x Ponte Preta - 19h15

Brasileirão - Série C

Tombense x Criciúma - 20h

Campeonato Italiano

Benevento x Inter de Milão - 13h
Udinese x Spezia - 13h
Lazio x Atalanta - 15h45

Copa da Liga Inglesa

Newport County x Newcastle United - 13h30
Burnley x Manchester City - 15h
Brighton x Manchester United - 15h45
Everton x West Ham - 15h45

Campeonato Espanhol

Huesca x Atlético de Madrid - 14h
Villareal x Deportivo Alavés - 14h
Eibar x Elche - 16h30
Real Madrid x Real Valladolid - 16h30

Supercopa da Alemanha

Borussia Dortmund x Bayern de Munique - 15h30

Liga dos Campeões (play-off)

Midtjylland x Slavia Praga - 16h
PAOK x Krasnodar - 16h
RB Salzburg x Maccabi Tel Aviv - 16h

Por: Diário do Nordeste.

Foto: Jose Jacome/AFP.

Rock in Rio confirma festival para 2021 e divulga datas


A organização do Rock in Rio, festival mais famoso do país, confirmou que o evento deve ser realizado em 2021. Segundo a produção, o festival deverá ser realizado em dois meses, com as datas já confirmadas. No entanto, ainda não há divulgação de quais serão algumas das atrações.

Realizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, os shows serão nos dias 24, 25, 26 e 30 de setembro, como também nos dias 1º, 2 e 3 de outubro de 2021. Os fãs do festival torcem para que a cantora norte-americana Lady Gaga, que teve de cancelar sua participação na edição de 2017, venha a se apresentar no evento no ano que vem.


O evento possui também uma edição em Portugal, e este sim já conta com algumas atrações confirmadas para sua edição de 2021. O festival, que ocorre em Lisboa, deve ser realizado nos dias 19, 20, 26 e 27 de junho de 2021, com as bandas Foo Figthers, The National e Liam Gallagher já confirmadas.

Por: Badalo.

MEC publica edital para 50 mil vagas remanescentes do Fies


Está publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (29) o edital do processo de inscrição para cerca de 50 mil vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o 2º semestre de 2020. As inscrições serão abertas no dia 6 de outubro, exclusivamente na página do Fies. Os candidatos não matriculados em uma instituição de ensino superior podem se inscrever até as 23h59 do dia 13 de outubro. Para os já matriculados, o prazo vai até 13 de novembro.

Para se candidatar é necessário ter participado de uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, ter obtido no mínimo 450 pontos na média das cinco provas do exame e não ter zerado a prova de redação. O interessado precisa ainda ter renda mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa da família.

A ocupação das vagas, segundo o Ministério da Educação, será feita de acordo com a ordem de conclusão das inscrições. O candidato que precisar alterar informações depois da inscrição concluída no sistema terá de cancelar e fazer de novo o procedimento. Durante esse procedimento, a mesma vaga escolhida anteriormente poderá ser ocupada por outro candidato que concluir a inscrição antes.

Fonte: Agência Brasil.

Professor de universidade privada em Juazeiro faz suposta apologia ao estupro durante aula remota; instituição e docente se pronunciam



Desde esta terça-feira (29), um vídeo extraído de uma aula remota, do curso de Medicina em uma instituição privada de Juazeiro do Norte, circula nas redes sociais. O motivo é um comentário feito pelo professor que está ministrando a aula.

De acordo com um dos estudantes que estavam no momento, eles retornavam do intervalo, quando o professor questionou se já podia começar a aula. Daí, ele disse as seguintes palavras: “Bora pra acabar logo, né? É aquela coisa: “Se o estupro é inevitável, relaxa e goza!”

Após a repercussão do caso, a instituição divulgou uma nota sobre o assunto, veja na íntegra a nota da instituição de ensino superior:

“A Faculdade Estácio de Juazeiro do Norte lamenta o ocorrido e ressalta que atua na promoção de um ambiente acadêmico respeitoso e já entrou em contato com os alunos para prestar esclarecimentos. A direção informa que o docente não integra mais o quadro de colaboradores. A instituição permanece à disposição dos estudantes.”

O professor também se pronunciou diante da repercussão:

“Lamento profundamente pelo ocorrido. Utilizei uma frase extremamente infeliz. Sou filho, irmão, marido e pai e jamais faria apologia ao estupro ou qualquer tipo de violência. Em toda minha vida profissional ou pessoal, nunca passei por uma situação como essa, exatamente por sempre prezar pelo bem. Uma palavra dita, de fato não tem como voltar atrás, mas podemos reconhecer o erro e pedir desculpas por palavras mal pensadas e colocadas. Aos meus alunos e a todos que tomaram conhecimento desse episódio, as minhas mais sinceras desculpas”.

Por: Redação Badalo.

Pesquisadores do Ceará solicitam patente para uso de vacina veterinária contra a Covid-19 em humanos


Na corrida em busca de imunização contra a Covid-19, pesquisadores da Universidade Estadual do Ceará (Uece) iniciaram nessa segunda-feira (28) o processo de patenteamento de uma vacina aviária, testada desde a década de 1940 para combater o coronavírus em animais, que pode ter ação em humanos. O pedido para que a dose tenha uma nova utilização foi feito junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi).

“Ontem, foi feito o depósito da patente, quer dizer, começa a correr o processo dentro do Inpi. Como o experimento está sendo desenvolvido dentro da Uece, a patente passa para a universidade. A patente ainda não saiu. Qualquer pessoa que vier usar essa mesma ideia, agora ela está subjugada à minha porque eu fui o primeiro no mundo”, esclarece o idealizador do estudo Ney Carvalho, médico veterinário e doutorando em Biotecnologia.

Logo após a confirmação dos primeiros casos de Covid-19 no Ceará, surgiu a proposta de verificar a eficiência da vacina já existente no mercado em seres humanos. Carvalho explica que havia uma especulação negativa em torno da eficácia de imunização viária para o SARS-CoV-2, embora não tivesse um estudo oficial para atestar isso.

“Todo mundo no início dizia que vacina para coronavírus de cachorro não funciona, por exemplo. Então, a gente resolveu verificar isso usando como modelo a vacina para o coronavírus de aves, que é mais estudada desde a década de 1940. Tem alguns resultados na literatura, de uns estudos mais antigos, que nos davam uma certa segurança”, ressalta.

Resultados dos experimentos

Envolvendo 40 animais que foram imunizados com a vacina, o experimento teve resultados positivos, conforme explica o pesquisador. “A gente utilizou como modelo mamífero o camundongo, que também não pega SARS-CoV-2, e imunizou ele com essa vacina aviária. Depois, obteve-se os anticorpos contra o coronavírus aviário e a gente colocou esses anticorpos para verificar se eles tinham uma ação eficaz contra o SARS-CoV-2. E a gente viu que a resposta foi positiva”, relata Ney Carvalho.

A patente se faz necessária por se tratar-se tratar de uma vacina de uso veterinário atualmente, o que impossibilita a aplicação de doses em humanos. O processo pede que o Inpi aprove a nova aplicação descoberta pela pesquisa da Uece. “A patente diz assim: eu quero um novo uso para essa vacina aviária. Eu não estou produzindo a vacina, eu não faço a vacina, ela já é vendida comercialmente, só que obviamente para veterinários”, enfatiza.

O teste em humanos, porém, acontecerá somente na última etapa do estudo, mediante aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Uece aguarda a autorização do Comitê de Ética Humano para avançar de fase.

“Enquanto isso, continuamos com os experimentos. Estou esperando o aval para pensar no próximo passo, que é o avançar da ideia, trabalhar com primatas não humanos, estudo de dose, concentração para utilização em primatas”, explica o médico veterinário.

Para a professora doutora da Uece, Maria Izabel Florindo, que também integra o grupo de pesquisa, os resultados preliminares têm sido animadores. “Nós estudamos possibilidades de ele ser usado para induzir proteção contra o coronavírus humano SARS-CoV-2. É isso que está em jogo, a resposta tem sido muito boa e quem sabe dá certo e a vacina saia do Ceará”.

Fonte: G1

Operação Mata Atlântica em Pé aplica três milhões em multas em 11 municípios do Ceará



A 4ª edição da Operação Mata Atlântica em Pé foi concluída na última sexta-feira, 25 de setembro, com a participação de 17 estados do País. De abrangência nacional, a operação é coordenada pelo Ministério Público do Paraná (MPPR), e é executada por diversas unidades do Ministério Público brasileiro, em parceria com a Polícia Militar e órgãos de fiscalização ambiental responsáveis em combater o desmatamento e garantir a proteção de regiões que integram o Bioma da Mata Atlântica.

A ação contou com a participação do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e dos seguintes órgãos: Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) eSuperintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis no Ceará (Ibama). A operação também contou com o apoio da Fundação SOS Mata Atlântica, que encaminhou alguns alvos que foram vistoriados.

No Ceará, em relação ao ano de 2019, quando os valores aplicados em multas foram da ordem de R$ 312 mil, o montante aplicado nesta 4ª edição da operação superou, de forma astronômica, o ano anterior uma vez que chegou ao resultado de R$3.606.905. A operação culminou com a confirmação de 980,81 hectares desmatados, com multas aplicadas nos municípios de Cruz, Acaraú, Itarema, Amontada, Trairi, Itapipoca, Paracuru, Paraipaba, Caucaia, Eusébio e Cascavel. Foram apreendidos um trator e 13 animais silvestres; 28 autos de infração ambiental foram lavrados; 24 termos de embargo foram lavrados, dentre outros resultados.

No âmbito do MPCE, participaram da ação, a promotora de Justiça Jacqueline Faustino, coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (Caomace), e os promotores de Justiça de cada Comarca fiscalizada que estavam sob aviso e disponíveis para ingressar com medidas cautelares para garantir a efetivação da operação, caso fosse necessário. Foram eles: José Borges de Morais Júnior (Acaraú), Francisco Lucídio de Queiroz Júnior (Amontada), Rosalice Macêdo Ferraz Monte (Cascavel), Antônio Robson Timbó Sales (Caucaia), Naiana Perez Barroso Dantas (Cruz), Gabrielle Correia Lima Pereira (Eusébio), Rodrigo Moreira do Nascimento (Itapipoca), Lucas Rodrigues Almeida (Itarema), Anna Gesteira Bauerlein Lerche Valsani (Paracuru), Ariano Arlan Neves (Paraipaba) e Francisco das Chagas de Vasconcelos Neto (Trairi). Em momento posterior, os relatórios e autos de infrações serão encaminhados para estas Promotorias de Justiça para a responsabilização judicial dos responsáveis.

O artigo 2º da Lei nº 11.428/2006 (Lei da Mata Atlântica) define como integrantes do Bioma Mata Atlântica as seguintes formações florestais nativas e ecossistemas associados, com as respectivas delimitações estabelecidas em mapa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), conforme regulamento: Floresta Ombrófila Densa; Floresta Ombrófila Mista, também denominada de Mata de Araucárias; Floresta Ombrófila Aberta; Floresta Estacional Semidecidual; e Floresta Estacional Decidual, bem como os manguezais, as vegetações de restingas, campos de altitude, brejos interioranos e encraves florestais do Nordeste.

Iniciada há, aproximadamente, dois meses, quando os representantes dos órgãos envolvidos começaram a realizar as reuniões preparatórias, os alvos foram previamente captados por imagens de satélites e analisados por técnicos do IBAMA, que identificaram as áreas desmatadas. Após esta fase inicial, a operação foi deflagrada visando a fiscalização de 48 alvos, localizados em 11 municípios litorâneos, com vistas a confirmar o quê as imagens de satélite já haviam apontado. Os fiscais do IBAMA, acompanhados dos agentes de segurança do BPMA de Sobral, averiguaram 14 locais no município de Cruz e 9 em Acaraú. Enquanto, as equipes de fiscalização da SEMACE, também com guarnições do BPMA de Fortaleza verificaram 25 alvos dentro da Região Metropolitana, nos municípios de Amontada (4), Cascavel (1), Caucaia (1), Eusébio (2), Itapipoca (1), Paracuru (3), Paraipaba (3) e Trairi (10). Ao todo, 31 pessoas participaram direta ou indiretamente das fiscalizações.

Dados nacionais

No ano passado, foram vistoriadas, em todo o Brasil, 559 áreas, constatando-se mais de 5,4 mil hectares desmatados sem autorização dos órgãos públicos, o que resultou na aplicação de R$ 25 milhões em multas. Neste ano, os resultados finais da operação ainda não foram contabilizados. Contudo, até a tarde da última sexta feira, já havia a confirmação decerca de 5.300 hectares de desmatamento, nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

(*) Com informações do MPCE

Volta às aulas: mais de R$ 46 milhões são investidos para adaptar escolas da rede estadual



A secretária Eliana Estrela, junto com técnicos da Secretaria da Educação (Seduc), faz visitas a escolas da rede pública estadual, esta semana, para conferir as condições de retorno às aulas presenciais. Representações de alunos das unidades de ensino também participam destes momentos. Ao todo, estão sendo investidos R$ 46,4 milhões em adaptações nos espaços, incluindo a realização de obras, a aquisição de insumos e a compra de equipamentos de proteção individual (EPI). Os recursos são do Tesouro Estadual e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O decreto governamental Nº 33.742 autorizou uma nova fase de transição para a retomada da educação presencial para os 44 municípios da Região de Saúde de Fortaleza. Na rede pública estadual, poderão retornar, a partir de 1º de outubro, apenas as turmas da 3ª série do Ensino Médio e educação profissional, com 35% de capacidade. Neste momento, quase 90% das escolas estaduais nesta região estão aptas ao retorno. Entretanto, a decisão efetiva sobre a retomada em cada unidade de ensino será consensuada com alunos e professores, conforme lembra Eliana Estrela.

Estamos propondo que as escolas realizem reuniões com os Conselhos Escolares, os Grêmios Estudantis e os pais, para avaliarem o cenário de retorno, ouvindo todas as representações de segmentos. Estamos nos organizando para voltar da melhor forma possível, com segurança e tranquilidade, cada escola no seu tempo, e precisamos levar em conta o que pensam os atores envolvidos. Estamos, também, conversando com os prefeitos, respeitando a autonomia de cada município e contribuindo no que for possível por meio do regime de colaboração. É por meio do diálogo que a gente constrói soluções, ressalta.

Mudanças

Entre as adaptações físicas por que cada unidade de ensino está passando, incluem-se reformas de banheiros, instalação de pias nas entradas dos prédios, demarcações no piso e nos assentos indicando o distanciamento em filas e espaços de convivência, cartazes com instruções de prevenção ao covid-19, utilização de tapetes sanitizantes nos principais acessos e dispensadores de álcool em gel distribuídos em vários pontos. Além disso, a temperatura de cada pessoa é medida na entrada da escola.

Por: Ceará Agora.

SSPDS segue programação de lives em alusão ao Setembro Amarelo


“Estratégias de Prevenção ao Suicídio”, com essa temática, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio da Assessoria de Assistência Biopsicossocial (Abips), realizou, nessa terça-feira (28), mais uma live interativa em alusão ao Setembro Amarelo e os principais cuidados que todos devem ter com a saúde mental. A transmissão, que ocorreu por meio do Instagram da SSPDS (@sspds_ce), contou com a participação da psicóloga da Abips, Bruna Gadelha, e da também psicóloga e professora da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Alessandra Xavier.

Os cuidados e as estratégias de prevenção ao suicidio foram os pontos que serviram de base para a conversa entre as participantes. Entre os principais pontos debatidos durante a live estão as causas de crises depressivas em profissionais da segurança pública. Tendo em vista que a rotina dos agentes de segurança pública necessita atenção redobrada, os níveis de estresse tendem a aumentar. Com isso, crises e picos de ansiedades se tornam mais frequentes que o normal, tornando fundamental estar sempre atento aos sinais que o corpo apresenta e estar com a saúde mental em dia.

“É importante estar sempre atento. Sinais como ansiedade, pensamentos repetitivos, insônia e crises de irritabilidade podem estar diretamente associados à depressão, podendo chegar, em casos mais graves, a uma crise suicida. Pedir ajuda é fundamental, reconhecer que precisa de apoio é o passo inicial para ter saúde mental. Hoje em dia, se alguém comentar que você precisa de ajuda, de visitar um psicólogo, soa quase que como uma ofensa, precisamos mudar esse pensamento”, afirmou a psicóloga, Alessandra Xavier.

A gestora da Assessoria de Assistência Biopsicossocial (Abips) Bruna Gadelha, salientou sobre a importância do setor para a segurança pública do Estado. “Estamos sempre abertos a ajudar, a prestar todo auxílio para os agentes de segurança pública do Estado. Temos plantões psicológicos e, em alguns casos, realizamos visitas presenciais. É importante acolhermos nossos servidores. Além da Abips da SSPDS, as Polícias Civil e Militar também realizam este tipo de trabalho. A Polícia Civil por meio do Departamento de Assistência Médica e Psicossocial (Damps) e a Polícia Militar por meio do Coordenaria de Saúde, Assistência Social e Religiosa da PMCE (CSASR),” comentou a psicóloga.



Primeira edição

A primeira transmissão online, realizada no último dia 17 de setembro e que também ocorreu por meio das redes sociais da SSPDS, teve como convidado o tenente coronel do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, Edir Paixão, mestre em Saúde Pública e coordenador do curso de atendimento a tentativas de suicídio do CBMCE. Entre os assuntos abordados durante o bate-papo, perguntas sobre como identificar os sintomas da depressão e como agir em um cenário de crise foram esclarecidas.
Interação entre os servidores

Além das lives, a Assessoria de Assistência Biopsicossocial (Abips) segue realizando encontros presenciais com profissionais do Sistema de Segurança. Durante a tarde dessa segunda-feira (28), foi realizada uma palestra para profissionais da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS, com a temática: Prevenção ao Suicídio e o Auto-Cuidado. Além dos controladores de turno da Ciops, estiveram presentes servidores da Policia Civil, Policia Militar, Corpo de Bombeiros, Pefoce e SAMU.

Durante a manhã desta terça-feira (29), profissionais da Abips foram até o Quartel Central do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) debater sobre a mesma temática. Entre os assuntos debatidos estavam: como agir em meio a um quadro de crise suicida, como reconhecer os primeiros sinais de uma crise e qual o encaminhamento correto para vítimas. Nos próximos dias, servidores da Coordenadoria de Inteligência (Coin) e da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp) também serão visitados pela equipe da Abips.

*A Live foi postada no Instagram da SSPDS (@sspds_ce), e segue disponível para ser assistida.

Por: SSPDS.

Menina de quatro anos é assassinada em rua da Praia do Futuro



Uma criança de quatro anos foi assassinada a tiros na Praia do Futuro, na noite desta terça-feira (29). Um grupo de homens armados chegou em um veículo na Rua Oliveira Filho e efetuou disparos contra uma mulher mas a menina também foi atingida. A criança faleceu no local.

De acordo com informações de moradores da região, a mulher atingida é mãe da criança que faleceu. Os homens chegaram com o objetivo de executar a mulher (que ficou ferida com alguns disparos) mas os criminosos também dispararam contra a criança.

A Polícia Militar do Ceará (PMCE), a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) e a Polícia Civil foram acionadas e se dirigiram ao local. Policiais realizam diligências na região para identificar e prender possíveis suspeitos. O crime vai ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Praia do Futuro

Mais cedo, ainda na noite desta segunda-feira (29), quatro homens foram mortos, também na região da Praia do Futuro. Segundo a polícia, as vítimas foram atingidas após uma tentativa de fuga em um carro o na Avenida Dioguinho.

Por: Diário do Nordeste.

Foto: Rafaela Duarte/SVM

Iguatu: Arrombamento de residência seguido de furto


No dia 29/09/2020, por volta das 11h25min, a Polícia Militar recebeu denúncia que a uma casa havia sido arrombada, sendo furtados objetos de seu interior na Rua Juvenal Barreto, Vila Carmosa, Bairro Areias I, nesta urbe. A viatura compareceu no local do fato e manteve contato com a dona da residência.

Objetos subtraídos do domicílio:

- 01 (um) ventilador;
- 01 (uma) cadeira;
- 01 (um) botijão de gás.

A vítima relatou que saiu pela manhã cedo e quando chegou, por volta de 11h25min, viu a janela aberta. Ela foi orientada a fazer um B.O. (Boletim de Ocorrência) na Delegacia de Polícia Civil.

As viaturas realizam diligências, com o intuito de recuperar o material roubado, assim como localizar e prender o(s)
infrator(es).

Por: Quartel do 10º BPM, Iguatu – CE.

Foto: Divulgação.

terça-feira, 29 de setembro de 2020

Novo recorde: eleições municipais têm mais de 547 mil candidatos; São quase 16 mil no CE


O número de candidatos que vão disputar as vagas de prefeito, vice-prefeito e vereador ainda nem foi fechado pela Justiça Eleitoral, mas já é o maior desde 2000, quando a votação no país foi 100% eletrônica pela primeira vez. Dados do portal lançado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que são 547.493 solicitações até a noite desta segunda-feira (28). O recorde anterior havia sido em 2016, com 496.887 candidatos.

Os números são parciais e atualizados constantemente no portal.

Só nos municípios cearenses são 15.967 solicitações de candidaturas divididas da seguinte forma: 597 para prefeito, 599 para vice-prefeito e 14.771 para vereadores. Na pesquisa por candidatos a comandar prefeituras dos 5.570 municípios brasileiros são mais 19 mil interessados.
Coligações

O fim das coligações para as eleições proporcionais, aprovado pelo Congresso Nacional em 2017, que será aplicada pela primeira vez nas eleições deste ano, é a responsável pelo aumento. A mudança na regra fez com que um candidato que queira disputar como vereador, só possa participar do pleito na chapa única do partido ao qual ele é filiado. Antes, uma chapa tinha candidatos de partidos distintos.

Para aumentar as chances de voto e conseguir cadeiras nas Câmaras Municipais, as legendas estão lançando mais candidatos. É que em uma eleição proporcional, como é para vereador, as vagas são do partido e não do candidato. Na prática, ao votar para em um nome para esse cargo, o eleitor na verdade está escolhendo um integrante daquela legenda. O cálculo de quem vai ocupar a cadeira é feito em cima do quociente eleitoral. Com base nesse cálculo é que cada partido saberá quantos votos serão necessários para conquistar uma vaga.

Por: Ceará Agora.


Sebrae lança Guia do Candidato e tenta incluir pequenos negócios na agenda das eleições



O Sebrae lançou, nesta segunda-feira (28), o Guia do Candidato Empreendedor e tenta, com essa proposta, incluir os pequenos negócios que geram milhões de empregos na agenda da campanha das eleições municipais. A iniciativa tem como objetivo apresentar alternativas aos candidatos municipais para investirem no desenvolvimento econômico sustentável e na geração de empregos, através do apoio ao empreendedorismo, e com isso, melhorar o ambiente de negócios nas cidades brasileiras, antes, durante e após as eleições.

O lançamento do Guia do Candidato Empreendedor reuniu dirigentes do Sebrae, da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), do Instituto Rui Barbosa, com a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público e da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, chamou atenção para a dimensão do impacto do Guia do Candidato Empreendedor, ao citar a capilaridade das instituições envolvidas.

“Nessas eleições temos um recorde de candidatos aos cargos de prefeitos e vereadores. Há muitas pessoas interessadas nos pleitos. Temos a chance de atingir mais de 5400 municípios brasileiros, com o apoio de todos os envolvidos. O Guia do Candidato Empreendedor é mais uma ação do Sebrae pautada no incentivo ao empreendedorismo”, disse o presidente do Sebrae, Carlos Melles, ao chamar atenção para a dimensão do impacto do Guia do Candidato Empreendedor, ao citar a capilaridade das instituições envolvidas.

ESTÍMULO AO CRESCIMENTO DA ECONOMIA

“Mais uma vez o Sebrae cumpre seu compromisso de estimular o crescimento das pequenas empresas no país. Estabelecer um compromisso de vereadores e prefeitos com o empreendedorismo é expandir a nossa consciência política”, destacou José Roberto Tadros, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, ao reforçar as palavras de Carlos Melles e endossar a importância de estimular a pauta entre a classe política.

O diretor de administração e finanças do Sebrae, Eduardo Diogo, destacou o papel da coletividade na execução do Guia do Candidato Empreendedor.

“Essa iniciativa possui em seu DNA a coletividade. Além do seu gigantesco impacto, falar desse Guia é falar de poder e autoridade. Mas veja, não falo daquele poder desértico, inócuo e vaidoso. O poder que estamos falando, ao tratar de empreendedorismo, é o poder inovador, poder transformador, que toca o coração e aprimora a vida das pessoas”, observou.

TRABALHO METICULOSO E OPORTUNIDADE DE INOVAR

O diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick, ao fazer a apresentação do Guia do Candidato Empreendedor, expôs otimismo.

“O trabalho se inicia agora com o lançamento do Guia, durante o período eleitoral, mas a nossa proposta traz um plano de trabalho para os quatro anos de mandato. Fizemos um trabalho meticuloso e qualificado. Queremos estabelecer um diálogo entre prefeitos e vereadores junto aos empreendedores. No pós-eleição, temos a intenção de visitar cada um dos municípios brasileiros para melhorar o ambiente de negócios”, observou Quick.

EMPREENDEDORISMO, UMA PAUTA APARTIDÁRIA

O Presidente da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, Jorginho Mello, classificou empreendedorismo é uma pauta apartidária e deve ter atenção de todos os políticos.

Sem dúvidas a inovação e o fortalecimento dos micronegócios é uma questão suprapartidária. O Sebrae mais uma vez se mostra parceiro do empreendedor e o lançamento desse Guia vem no momento certo. Temos que propor antes o que será executado depois. Melhorando o ambiente de negócios, vamos melhorar a economia e superar essa fase de pandemia, que tanto afetou nosso desenvolvimento, observou Jorginho Mello.

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Glademir Aroldi, parabenizou o lançamento do Guia do Candidato Empreendedor e se comprometeu a apresentar as propostas do Sebrae dentro do movimento municipalista.

“O pequeno negócio é responsável por boa parte dos empregos e geração de renda, estamos precisando muito disso nesse momento. A CNM vai trabalhar para que esse guia chegue ao maior número de candidatos possível. Vamos apresentar essa proposta do Sebrae como uma parceria que vai ajudar os municípios a crescerem economicamente. A parceria do empreendedor com o gestor local tem sucesso comprovado”, declarou Aroldi.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Sebrae.

Preços na indústria têm maior alta desde 2014: 3,28%



O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede a inflação de produtos na saída das fábricas brasileiras, registrou inflação de 3,28% em agosto deste ano. Foi a maior alta de preços em um mês desde o início da pesquisa, em janeiro de 2014, segundo dados divulgados hoje (29), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em julho, o IPP teve inflação de 3,22%. Com o resultado de agosto, o índice acumula taxas de inflação de 10,80% neste ano e de 13,74% em 12 meses.
Alimentos sobem 4,07%

As 24 atividades industriais pesquisadas pelo IBGE tiveram alta de preços em agosto, com destaque para os alimentos (4,07%).

“Foram quatro produtos que mais impactaram o resultado da indústria alimentar: farelo de soja, óleo de soja, arroz descascado branqueado e leite esterilizado UHT longa vida”, disse o gerente do IPP, Manuel Campos Souza Neto.

Outras altas de preços importantes foram refino de petróleo e produtos de álcool (6,24%), indústrias extrativas (8,43%) e outros produtos químicos (4,13%).

Entre as quatro grandes categorias econômicas da indústria, o destaque ficou com os bens intermediários, isto é, os insumos industrializados usados no setor produtivo (4,03%).

As outras três categorias de produtos também tiveram alta de preços: bens de capital, isto é, as máquinas e equipamentos usados no setor produtivo (1,62%), os bens de consumo semi e não duráveis (2,94%) e os bens de consumo duráveis (0,60%).

Por: Agência Brasil.

SP: reabertura de escolas amplia risco de covid-19 para 340 mil idosos



A aposentada Maria Elisa Victorino Geraldo, de 72 anos, divide a casa onde mora, na zona leste da capital paulista, com a mãe, Dinah de Rossi Victorino, de 94 anos, a filha e as netas. Ela é uma dos cerca de 340 mil idosos da cidade que coabitam com crianças e adolescentes em idade escolar.

Com a pandemia de covid-19 e a discussão sobre o retorno às aulas presenciais em São Paulo, Maria Elisa teme estar mais exposta ao novo coronavírus quando as crianças voltarem a frequentar a escola.

“Tememos muito o retorno às aulas. Tenho diabetes e minha mãe tem enfisema pulmonar. Aqui em casa temos duas crianças em fase escolar, Francesca, de 14 anos, e Antonella, de 12 anos. Elas devem permanecer em casa, nas aulas online, se isso for opcional até o fim da pandemia. Caso contrário, minha filha, mãe delas, verá como poderá ser feito esse processo”, admite a aposentada.

“Nosso maior medo, além do que já conhecemos da potência do vírus através de reportagens, é que os médicos sempre descobrem novos sintomas e sequelas, ou seja, ainda temos desconhecimento do que o vírus realmente pode causar a curto e a longo prazo, fora o perigo de morte”, completou Maria Elisa, que mora na Vila Prudente.

O casal de aposentados Luís Pinheiro Silva, de 69 anos, e Miriam Cristina Borges Pinheiro, de 67 anos, também mora com os netos e teme o retorno das crianças à escola. Para Luís, a volta às aulas só deveria ocorrer depois da descoberta da vacina contra o novo coronavírus e da imunização de todos.

“Se reabrirem as escolas, sem garantia nenhuma, porque não foi feita a vacina, quem pode dizer que a criança vai manter 1,5m longe um do outro se, no dia a dia, ninguém faz isso, nem dentro do supermercado, nem shopping! A criança pode se contaminar e transmitir para seus familiares, principalmente para os avós, então não acho certo voltar agora. Creio que deveria voltar sim, depois que tiver uma vacina para todos”, disse o avô de Luiz Gustavo, de 8 anos, e de Kethlyn Cristiana, de 6 anos, moradores do Jardim Marília, também na zona leste.

Até este momento, a prefeitura de São Paulo liberou, a partir de 7 de outubro, as aulas presenciais para alunos do ensino superior ou para atividades extracurriculares do ensino infantil, fundamental e médio,.

A volta às aulas das escolas públicas e particulares ainda não tem data definida. O prefeito disse que está sendo avaliada a possibilidade de os estudantes voltarem a partir de 3 de novembro.

Coabitação


Mais de 20% dos idosos da cidade de São Paulo moram em casas com jovens em idade escolar. - Marcelo Camargo/Arquivo Agência Brasil

De acordo com a professora da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP-USP) Yeda Duarte, mais de 20% dos idosos da cidade de São Paulo moram em casas com jovens em idade escolar. Um fato que, segundo ela, precisa ser levado em conta ao se discutir o retorno das aulas presenciais.

O alerta foi feito durante o webinar “Covid-19, 60+: que epidemia é essa?”, promovido pela Agência Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de S. Paulo) em parceria com o Canal Butantan. A íntegra do evento pode ser assistida no YouTube.


“Estamos falando de aproximadamente 340 mil idosos em contato próximo com crianças e adolescentes que vão retornar à vida normal, podem ser [portadores do SARS-CoV-2] assintomáticos e vão trazer essa contaminação para dentro de casa”, disse a pesquisadora.
Pesquisa

Com o apoio da Fapesp, a professora coordena, desde 2000, o Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE), que busca avaliar periodicamente as condições de vida de moradores do município de São Paulo com 60 anos ou mais. O dado apresentado no seminário foi extraído da edição mais recente, conduzida entre 2015 e 2017 com 1.236 participantes selecionados para representar o perfil da população idosa da capital.

Nos últimos meses, em parceria com pesquisadores do Instituto Butantan, a equipe do SABE tem investigado como a covid-19 vem afetando esse grupo de voluntários. Além de entrevistas por telefone para avaliar o impacto da doença e do isolamento social, foram feitos exames sorológicos (para buscar a presença de anticorpos contra o novo coronavírus) em 310 idosos e em todas as pessoas com quem eles mantêm contato frequente.

No caso de indivíduos que apresentaram sintomas suspeitos nos 15 dias que antecederam a coleta, também foi feito o teste de RT-PCR (que detecta o RNA do vírus e é o principal método de diagnóstico da covid-19).

Dados preliminares do SABE-COVID (80% dos resultados tabulados) apontam uma soroprevalência de 4,5% entre os idosos avaliados. Entre seus principais contactantes o percentual foi mais que o dobro: 9,6%.

“O maior número de reagentes está entre os contactantes e essa é uma questão importante quando se fala em retomar as atividades normais. Os idosos estão nas suas casas e, na maioria das vezes, cumprindo o distanciamento social. Mas estão sendo contaminados pelas pessoas que continuam circulando pela cidade e trazem o vírus de fora para dentro”, afirmou Yeda.

A maioria dos casos e os dois únicos óbitos registrados no grupo de estudo ocorreram na zona sul da cidade, em bairros como Campo Limpo, Jardim Ângela e Jardim São Luís. Na sequência estão Pirituba, Freguesia do Ó (ambos na zona norte), Aricanduva e Artur Alvim (na zona leste).

Segundo Yeda, a maior soroprevalência em bairros periféricos tem relação com as condições de moradia nesses locais. “Há, por exemplo, um maior número de pessoas vivendo na mesma casa. Esse aspecto da desigualdade social precisa ser considerado ao se definir a flexibilização das medidas de controle e os grupos prioritários para vacinação”, destacou.

Infectados em casa


Uso de máscara para proteção contra o novo coronavírus. - Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC

Dados do Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe), apresentados no evento pelo médico Paulo Rossi Menezes, membro da Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD) da Secretaria Estadual da Saúde, corroboram a avaliação de que a maioria das contaminações entre os idosos ocorreu em casa.

“Após ser introduzida a obrigatoriedade do uso de máscaras, no mês de maio, houve uma inflexão dramática nas curvas de internação e de mortalidade por síndrome respiratória aguda grave [SRAG] associada à covid-19 na capital e na Grande São Paulo. Mas isso quando se olha a população como um todo”, afirmou.


“Já quando se olha apenas as curvas das pessoas com 60 anos ou mais o padrão é totalmente distinto. O crescimento não se interrompe quando a máscara é introduzida e se mantém até o fim de junho. Isso reforça a ideia de que os idosos estão sendo infectados dentro de suas casas. As pessoas que moram com eles saem às ruas de máscara, mas tiram a proteção ao retornar”, explicou.

Segundo Menezes, os casos confirmados de covid-19 no estado de São Paulo estão concentrados na faixa de 30 a 50 anos de idade, à qual pertence boa parte dos indivíduos que continuaram trabalhando no período de quarentena.

No entanto, os idosos representam três quartos das mortes confirmadas. Desses, 83% tinham uma ou mais doenças crônicas, sendo as principais cardiopatias (52,4%), diabetes (36,5%) e doenças neurológicas (10,4%). Entre as pessoas com mais de 60 anos que precisaram ser internadas após contrair o vírus, 42% evoluíram para óbito.
Genética

Na busca por fatores genéticos que podem aumentar ou diminuir o risco de morrer em decorrência da infecção pelo novo coronavírus, a geneticista Mayana Zatz , coordenadora do Centro de Estudos do Genoma Humano e de Células-Tronco (CEGH-CEL) da USP, já encontrou sete centenárias que tiveram contato com a covid-19 e desenvolveram apenas sintomas leves ou se mantiveram assintomáticas.

“Para identificar os genes de risco e de proteção resolvemos focar nos extremos. Estamos coletando amostras de pessoas que morreram após contrair a doença e de idosos resistentes. Algo que nos surpreendeu foi a existência de casais discordantes, ou seja, em que apenas um dos cônjuges teve a doença. Achávamos que era algo raro, mas recebemos mais de 800 e-mails com esse tipo de relato. Já coletamos amostras de 100 casais e vimos que a maioria dos assintomáticos tem sorologia negativa e 65% são do sexo feminino”, contou.

O passo seguinte será sequenciar o genoma dos centenários e nonagenários resistentes à covid-19, contou a pesquisadora. “Podemos reprogramar células do sangue dessas pessoas para criar linhagens de diversos tecidos, infectar as células em laboratório e ver como o vírus se comporta. Isso nos permitirá entender o mecanismo genético da infecção.”

Também participou do webinar o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, que apresentou resultados parciais dos testes da vacina CoronaVac em voluntários com mais de 60 anos. Segundo o pesquisador, os dados indicam um "excelente perfil de segurança" do imunizante, desenvolvido pela empresa chinesa Sinovac Biotech.




Memorando prevê investimento externo de U$ 400 mi e geração de 2,5 mil empregos com a Usina de Itataia



O Governo do Ceará assinou na tarde desta segunda-feira (28) Memorando de Entendimento para a instalação na Usina de Itataia, em Santa Quitéria, um complexo minero-industrial para a produção conjunta de fertilizantes e nutrição animal. O projeto vai investir inicialmente U$ 400 milhões, prevê operação já em 2023, e deve gerar 2,5 mil empregos, dos quais 500 serão diretos, através do Consórcio Santa Quitéria, formado pela Indústrias Nucleares do Brasil (INB) e indústria de fertilizantes Galvani.

“Esse projeto é do Ceará, mas com certeza terá impacto em setores econômicos de todo o país. Minha palavra além do agradecimento, é de esperança. Esse era um projeto antigo que o Ceará almejava há muito tempo, e que vai gerar muito emprego e renda para o nosso Estado. Vamos ter uma demanda importante na produção de fertilizantes e suplementos na alimentação animal, onde podemos ser autossuficientes”, celebrou o governador do Ceará, Camilo Santana.

O projeto foi repaginado para fazer um melhor uso e reuso da água na região de Santa Quitéria. Com o início dos estudos ambientais no último trimestre de 2020, o próximo ano tem como meta a conclusão de todo o projeto base e a estrutura financeira e societária. A região conta com uma das maiores reservas de urânio associado ao fosfato do planeta e vai tornar o Brasil autossuficiente no concentrado de urânio (ou yellow cake).



Para o secretário do desenvolvimento econômico e trabalho (Sedet), Maia Junior, não é apenas um projeto, mas um sonho que se torna realidade não apenas para Santa Quitéria, mas para o Ceará e para o Brasil. Representando o Ministério de Minas e Energia do Brasil, a secretária executiva Lillian Mascarenhas Santagostinho garantiu que “o projeto é prioritário para o Governo Federal, com várias ações efetuadas para proporcionar que esse projeto saia de um memorando para a realidade”, afirmou.

Os processos resultarão primeiro na dissociação dos minerais, e gerarão a produção final de um carregamento de 50 mil carretas de yellow cake processados, para aquecer a economia da região de diversas maneiras, inclusive utilizando além das rodovias, os portos do Pecém e do Mucuripe.

Também presentes no evento, Ricardo Cavalcante presidente da Fiec, o prefeito de Santa Quitéria, Tomás Figueirêdo, e o presidente do INB, Carlos Freire Moreira. Para o presidente da INB, “a nossa recuperação econômica vai depender muito de empreendimentos que gerem empregos e agreguem valor, como esse que vamos instalar no Ceará, por isso acreditamos nessa parceria com Santa Quitéria e com o Governo do Ceará, que tem o meu agradecimento”, disse.



Camilo Santana lembrou que o Ceará já é reconhecido como um Estado que atrai investimentos e que honra com seus compromissos. “Colaboradores e investidores, estamos a disposição para continuar a sermos parceiros, temos sempre honrado com nossos compromissos aqui no Ceará, então colocamos toda a nossa equipe à disposição para que todo o cronograma seja cumprido até a abertura do empreendimento”.

Por: Governo do Estado do Ceará.
Foto: Carlos Gibaja.

Ceará já registra mais de 4 mil queimadas em 2020, aponta levantamento


O Ceará já registra mais de 4 mil focos de queimadas em 2020. Até então, as cidades mais atingidas são Icó (412), Santa Quitéria (311), Sobral (222), Saboeiro (141) e Iguatu (87). Os dados são do Sistema de Monitoramento e Alerta, da Enel Distribuição Ceará, divulgados nesta segunda-feira (28).

De acordo com o levantamento, em 21 dias, o mês de setembro deste ano já acumula 80% do total de incêndios registrados em agosto. A maior parte está localizada nas regiões centro-sul e leste, com 50% dos casos. O estudo complementa que após o fim do período chuvoso e início do período mais seco no Ceará, o número de incêndios tem aumentado mensalmente conforme expectativa.

Queimadas em 2019

No ano passado, a distribuidora contabilizou um total de 53.671 focos de incêndio em todo o estado. O mês com o maior volume de registros foi novembro com 21.462 casos.

Os municípios que registraram o maior número de queimadas foram Acopiara (2.637), Mombaça (2.187), Icó (1.640), Crateús (1.542) e Cedro (1.279).

Os três dias em que houve um maior número de focos contabilizados em 2019 foram 25 de outubro, com 1.773, seguido de 8 de novembro, com 1.581 e, em terceiro lugar, 15 de novembro, com 1.338.

Situação de emergência ambiental

Neste ano, o governador Camilo Santana decretou estado de emergência ambiental para combate aos incêndios florestais. Esta é a primeira vez na história do Ceará que um decreto como esse é decretado no estado. Geralmente, a medida ocorre para outras adversidades, como escassez hídrica ou inundações. A medida está publicada no Diário Oficial e fica válida até janeiro de 2021.

Com a decisão, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) pode contratar brigadistas ambientais para atuação nas 28 unidades de conservação estaduais. As previsões de períodos mais críticos se dão, normalmente, através de portarias do Ministério do Meio Ambiente (MMA) ou decretos federais.

Neste cenário, o decreto estadual potencializa ações estabelecidas em 16 de julho, em nível federal, em determinação que proíbe o uso do fogo em áreas rurais por um período de 120 dias. Em 2019, o decreto havia sido publicado no fim de agosto com duração de 60 dias. Neste ano, a medida foi decretada em julho, com o dobro do tempo.

Por: G1-CE.

Projeto doa dinheiro arrecadado com venda de bonecas de pano para lar de acolhimento de crianças com câncer


Buscando contribuir com o acolhimento de crianças com câncer, o Projeto Dorotéias converte verba adquirida com a venda de bonecas de pano para a Associação Comunitária Lucas Dantas (ACOLD). Em funcionamento há quase quatro meses, a iniciativa já vendeu 80 bonecas e conseguiu repassar R$ 2,5 mil para a entidade.

Dentre as casas de acolhimento visitadas para receber a doação, o local foi escolhido por abrigar não somente a criança, como também a mãe e até mesmo o pai. “É um momento muito doloroso. E ter os pais para dar apoio à criança é importante”, aponta Edvane Bento, organizadora da ação. O desejo é ampliar a rede de contribuição com o crescimento do projeto e ajudar mais entidades.

Com o impacto nas doações causado pela pandemia, o Projeto busca contribuir para a manutenção de um serviço “essencial” para famílias que vêm do interior, sem ter condições de manter um local próprio.

"Eu tenho um custo para produzir as bonecas. Então eu tiro somente esse custo e todo o restante do dinheiro é repassado para a instituição”, explica Edvane.



Bonecas vestidas de Mulher Maravilha foram confeccionadas pelas participantes do projeto. — Foto: Arquivo pessoal

Contando com a parceria da artesã Márcia Milena, responsável por confeccionar as bonecas, e da idealizadora da identidade visual, Suyane Colares, o projeto começou a realizar também doações das bonecas para as crianças.

“Eu vejo o quão edificador é para quem ajuda e para quem recebe. Fazer isso por uma criança. Você vê o sorriso inocente, nada paga. Ver no brilho dos pais afaga”, diz Edvane.

Cartinhas

Após o início do projeto, Edvane começou a receber pedidos de pessoas que compravam a boneca e queriam também fazer doação para as crianças. “Foi quando tivemos a ideia das cartinhas”, aponta. A ação, ela conta, traria um retorno simbólico a essas pessoas.

Então, quando o projeto faz a doação, também leva um papel para que a criança possa pintar a boneca e até escrever uma pequena carta em agradecimento ao doador.

“O que eu busco passar para as pessoas é que elas não estão comprando uma boneca, estão ajudando uma causa”, finaliza Edvane.

Impacto

A agricultora Ziulene Xavier do Nascimento, 27 anos, descobriu o câncer da filha Maria Eduarda, hoje com 3 anos, em novembro do ano passado. “Fiquei abalada, sem sentir os pés no chão”, compartilha. Moradora de um sítio em Brejo Santo, a pouco mais de 500 km de Fortaleza, precisou se mudar com a filha para a capital a fim de poder realizar o tratamento.

Sem ter onde se hospedar, foi acolhida pela ACOLD, permanecendo até agosto deste ano, antes de retornar para Brejo Santo. “É uma casa muito boa. Acolheu bem a gente, tanto a mim, quanto ao pai dela. Só tenho a agradecer pelas pessoas de lá”, aponta. Foi durante essa temporada que a filha recebeu uma das Dorotéias.

“Trouxeram a boneca e um desenho para pintar. Ela ficou muito feliz, porque ela gosta de pintar. A boneca ela gostou tanto que até hoje brinca com ela”, diz a mãe. A agricultora ficou muito feliz ao perceber que a boneca não tem cabelo, porque ajudou a filha a mostrar e a compreender o que está passando. “Já ajuda mais ela e a gente também. Dá força”, finaliza.

Serviço

Para contribuir com o projeto e comprar uma das bonecas de pano é possível entrar em contato através do Instagram @projetodoroteias, ou pelo telefone (85) 98764-0114.

Por: G1-CE.

Aplicativo Pardal permite denunciar irregularidades em campanhas


Com o fim do prazo de registro de candidaturas, entra no ar o aplicativo Pardal (Play Store), criado pela Justiça Eleitoral para receber denúncias da sociedade sobre irregularidades em campanhas eleitorais.

O aplicativo existe desde 2014, mas foi aprimorado ao longo de cada pleito e, para as Eleições 2020, existem diversas novidades a fim de tornar o seu uso ainda mais funcional.

O objetivo principal é facilitar o trabalho de apuração por parte dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e do Ministério Público Eleitoral, que podem contar com os cidadãos para atuar como fiscais da eleição no combate à corrupção eleitoral.

De acordo com Sandro Vieira, juiz auxiliar da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as versões anteriores do aplicativo ofereciam um espectro muito amplo, com todas as irregularidades envolvendo eleições. Agora, o app passou por uma reformulação a fim de voltar o foco para os ilícitos cometidos na propaganda eleitoral.

Isso porque, segundo Sandro Vieira, “havia uma enorme gama de denúncias que não conseguiam ser apuradas a contento para reunir provas e elementos materiais, como testemunhas, fotos, vídeos e tudo o que pode comprovar a irregularidade”. Portanto, nem todos os ilícitos eram apurados por conterem poucos elementos de provas.

Conforme explica o magistrado, muitas vezes, o cidadão enviava apenas uma foto de uma propaganda irregular, mas sem explicar se aquele local era um prédio público, por exemplo, o que justificaria se coibir o ato.

A partir de agora, além da foto, o denunciante deverá enviar um relatório demonstrando qual a irregularidade a ser apurada. Além disso, quando as denúncias tratarem de outro tema que não seja a propaganda eleitoral, o aplicativo vai oferecer o contato da ouvidoria do Ministério Público de cada localidade.

“Não vamos deixar o cidadão sem meio de denúncia”, garante o juiz Sandro Vieira.

Novidades

Entre outras novidades para este ano, o app disponibilizará link específico para que as denúncias sejam enviadas ao Ministério Público Eleitoral de cada unidade da Federação.

Haverá ainda um detalhamento maior na fase de identificação dos denunciantes, a fim de evitar: notícias de irregularidades que se utilizem de dados de terceiros; inclusão da autenticação de dois fatores para encaminhamento da notícia via sistema Pardal; impedimento de envio de notícia de irregularidade sem o preenchimento integral dos campos relativos ao tipo de denúncia e aos dados do denunciante; e utilização do sistema Pardal apenas para notícias relacionadas às irregularidades da campanha eleitoral que estejam submetidas ao poder de polícia da Justiça Eleitoral.

O app também oferecerá uma melhor qualificação do denunciante. Isso significa que, ao enviar a denúncia, a pessoa receberá um e-mail de confirmação, que será enviado para a caixa postal do denunciante.

Por fim, o aplicativo foi aperfeiçoado para evitar o recebimento de denúncias infundadas ou repetitivas (lixo eletrônico), bem como para permitir a anexação de denúncias relacionadas ao mesmo fato.

As novidades foram implementadas a partir de sugestões do Grupo de Trabalho instituído por meio da Portaria TSE nº 210/2019 especificamente para trabalhar na evolução do Pardal. O grupo também propôs a possibilidade de converter a denúncia em processo dentro do Processo Judicial eletrônico (PJe), após triagem eletrônica e humana. As sugestões foram acatadas pelo presidente da Corte, ministro Luís Roberto Barroso, em despacho assinado em julho deste ano.

Repórter Ceará – TRE-CE

Primeira parcela do auxílio de R$ 300 será paga a partir de quarta, 30


A primeira parcela da extensão do auxílio emergencial será paga a partir de quarta-feira, 30, segundo calendário divulgado em edição extra do Diário Oficial da União nesta segunda-feira. A Portaria Nº 496 detalha como serão feitos os pagamentos da extensão do auxílio emergencial para os beneficiários que não fazem parte do Programa Bolsa Família, isto é, os brasileiros integrantes do Cadastro Único (CadÚnico) e aqueles que solicitaram o benefício do auxílio emergencial a partir do aplicativo de celular (Extracad).

Segundo o Ministério da Cidadania, 27 milhões de pessoas receberão R$ 300 ou R$ 600 (no caso de mães monoparentais). Assim como ocorreu anteriormente no pagamento do benefício, o calendário seguirá o mês de nascimento dos beneficiários, ou seja, os créditos se iniciarão por aqueles nascidos em janeiro, depois fevereiro, março e assim sucessivamente, em poupança social digital já existente em nome do beneficiário.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse que a extensão do pagamento do auxílio emergencial reforça o compromisso do governo em não desamparar os brasileiros mais afetados pela pandemia. “Nós já estamos em pleno processo de pagamento para as famílias do Bolsa [Família] e essa rede de proteção continua estendida a todos aqueles em situação de vulnerabilidade”, disse o ministro.

Os primeiros beneficiados na nova fase são aqueles que foram contemplados com o benefício em abril, atenderam aos critérios previstos na MPV nº 1.000/2020 , e já terminaram de receber as cinco parcelas do auxílio emergencial, ficando sem descontinuidade no recebimento do benefício. As pessoas que se tornaram elegíveis em maio, junho e julho terão os novos valores creditados em outubro, novembro e dezembro, respectivamente, após o fim do pagamento do auxílio. De acordo com a MPV, a extensão será paga em até quatro parcelas, encerrando-se, obrigatoriamente, em dezembro de 2020.

Os valores continuarão sendo depositados na poupança social digital da Caixa, bem como os saques seguirão um calendário diferente, para que o distanciamento social nas agências bancárias continue sendo respeitado, contribuindo para minimizar a disseminação do novo cornonavírus.

Bolsa Família

Os beneficiários do Programa Bolsa Família elegíveis ao auxílio emergencial começaram a receber os novos valores do benefício no dia 17 de setembro. Isso porque o auxílio pago a esse público segue o calendário do Bolsa Família, que respeita o número final do NIS. São 16,3 milhões de beneficiários nesta opção que recebem a extensão do auxílio emergencial.

No total, os públicos CadÚnico, Extracad e Bolsa Família, representam, até o momento, 43,3 milhões de brasileiros beneficiados com a parcela de setembro da extensão do auxílio emergencial, o que totaliza um investimento de R$ 13,3 bilhões.

Repórter Ceará – Agência Brasil

Guru espiritual acusado de prática de crimes sexuais é preso preventivamente em Fortaleza


Na manhã desta terça-feira, 29, o guru espiritual, por nome de Pedro Ícaro de Medeiros, o “Ikky”, acusado da prática de crimes sexuais contra adolescentes foi preso em Fortaleza, através da Operação ‘Erasta’. A ação foi realizada através do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Núcleo de Investigação Criminal (NUINC) e do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência (NUAVV), com apoio da Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio do Departamento Técnico Operacional (DTO). A informação é da assessoria do órgçao.

A ação cumpriu ordens de busca e apreensão pessoais e residenciais em três endereços, em Fortaleza. Os mandados foram expedidos pelo juízo da 12ª Vara Criminal de Fortaleza. A investigação do MPCE ficou a cargo do Núcleo de Investigação Criminal e contou com a colaboração do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência (NUAVV).

Partindo de várias análises das publicações com a hashtag #exposedfortal, o Ministério Público lançou duas campanhas convocando as vítimas de crimes sexuais no Estado do Ceará. Neste contexto compareceram as vítimas, cuja qualificação (nomes e identificação) permanece em sigilo, por força de lei, culminando com a individualização do senhor Pedro Ícaro de Medeiros, como autor de crimes sexuais em desfavor das mesmas.

O investigado ficou nacionalmente conhecido ao ser denunciado por várias vítimas que com ele conviviam na “Comunidade Afago”, e ter sido alvo de reportagem do Programa da rede Globo, Fantástico.

O nome da operação faz referência aos conceitos da pederastia da antiga Grécia, em que Erasta era o homem com mais de trinta anos que se relacionava com jovens, visando refinar-lhes a educação.

Repórter Ceará.

Três agências do INSS no Cariri voltam a oferecer perícia médica nesta segunda (28)


No Cariri, o atendimento das perícias médicas retornou em três agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) nesta segunda-feira (28), sendo as de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha, segundo o site do órgão. A agência do bairro Messejana, em Fortaleza, também está com o serviço, assim como Sobral e Crateús.

As informações sobre as unidades e os atendimentos podem ser consultadas pelo site covid.inss.gov.br. O INSS informa que atendimento é feito por meio de agendamento prévio no site, pelo aplicativo Meu INSS, ou pelo telefone 135.

O número de atendimentos irá depender de quantos médicos peritos comparecerem às agências. O órgão explica que cada perito realiza em média 12 avaliações por dia.

Por: Badalo.

Chove em boa parte do Cariri nas últimas 24h; veja volumes




Surpreendendo para o mês de setembro, entre esta segunda (28) e terça (29), várias cidades do Cariri apresentaram chuva. Até o último registro feito pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), às 8h, a maior precipitação foi na cidade de Milagres, com 33.5 mm.

Apesar de os meses finais do ano serem conhecidos como o período mais quente e seco, com precipitações mínimas, a Funceme já havia previsto chuva para o sul do Ceará.
Para esta terça, a previsão é de nebulosidade variável em todas as regiões com possibilidade de chuva na faixa litorânea, no Sertão Central e Inhamuns e no Cariri. Já para os próximos dois dias, haverá predomínio de céu claro no Cariri.

Veja todos os volumes registrados pela Funceme:

Milagres 33.5
Mauriti Mauriti 29.2
Cana Brava Dos Ferreiras Granjeiro 19.0
Vila Feitosa Caririaçu 17.0
Sitio Saco Milagres 16.0
Barbalha Barbalha 14.5
Ingazeira Aurora 14.0
Serra Brejinho Jardim 13.0
Novo Grangeiro Granjeiro 11.4
Angico Cariús 11.0
Riacho Verde Várzea Alegre 10.0
Sitio Tipi Aurora 9.8
Cuncas Barro 9.4
Lameiro Crato 6.0
Boa Vista Várzea Alegre 5.0
Brejinho Barro 4.0
Dom Leme Santana Do Cariri 3.0
Altaneira Altaneira 3.0
Sao Sebastiao Cariús 3.0
Crato Crato 1.6

Países pobres terão 120 milhões de exames de covid-19 a US$ 5, segundo a OMS




Cerca de 120 milhões de exames de diagnóstico rápido do novo coronavírus serão disponibilizados em países de baixa e média renda a um preço máximo de US$ 5 por unidade, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nessa segunda-feira (28).

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que os fabricantes Abbott e SD Biosensor acertaram com a Fundação Bill & Melinda Gates “disponibilizar 120 milhões desses novos exames de diagnóstico de covid-19, altamente portáveis, fáceis de usar e rápidos, ao longo de um período de seis meses”.

Ele afirmou que atualmente os exames estão com preço máximo de US$ 5 cada, mas que devem se tornar mais baratos.

“Isso permitirá a ampliação dos exames, particularmente em áreas difíceis de alcançar que não têm instalações laboratoriais ou profissionais de saúde treinados suficientemente para realizar esses exames”, disse Tedros. “Isso é um acréscimo vital para a capacidade de realização de exames, especialmente importante em áreas de alta transmissão, conclui.”


Fonte: Agência Brasil