Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Motorista bate ônibus de propósito e mata 21 passageiros


Um motorista de ônibus jogou o veículo com passageiros em um reservatório no sudeste da China na última semana, disse a polícia na segunda-feira (13). Segundo as investigações, o homem, identificado apenas como Zhang, cometeu o crime após descobrir que sua casa havia sido demolida.

O acidente deixou 21 mortos, incluindo o motorista, e 15 feridos na última terça-feira (7). De acordo com a mídia local, o motorista cruzou 5 faixas em uma estrada, bateu o veículo contra uma barreira de proteção e o ônibus afundou parcialmente no reservatório na cidade de Anshun, na província de Guizhou.

No ônibus, 12 estudantes estavam indo prestar o vestibular chinês, segundo informações da Central Chinesa de Televisão. 5 jovens morreram.

Motivação do crime

Segundo a polícia, Zhang cometeu o crime depois de descobrir que a casa em que vivia, uma casa pública alugada, tinha sido demolida e que, com isso, ele estava sem ter onde morar.

O homem normalmente começava o expediente ao meio dia, mas na semana passada ele entrou no trabalho mais cedo depois de pedir para trocar de horário com outro colega. Ele comprou uma garrafa de bebida, que escondeu em uma outra garrafa.

Horas antes do acidente, ele teria mandado uma mensagem de voz para a namorada em que expressava a frustração com a vida e com o mundo, disse a CNN. Antes do acidente, sobreviventes contaram que viram o homem bebendo. A polícia encontrou uma garrafa de 200 ml perto do local do crime.

Segundo o jornal China Daily, o homem recebeu a casa alugada quando trabalhava em uma empresa de diesel. A polícia disse que ele não morava no local há um tempo.

Quando Zhang foi informado da demolição da casa, ele pediu uma compensação para conseguir um novo lugar para morar, mas nunca foi receber os R$ 55 mil do governo, valor insuficiente para conseguir um novo espaço no país. O pedido dele para uma acomodação pública foi recusada.

Com informações R7

0 comentários:

Postar um comentário