Em retorno do Cearense, Barbalha perde de 5 a 0 para o Ceará ~ TribunaIguatu.com
Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Em retorno do Cearense, Barbalha perde de 5 a 0 para o Ceará


O Barbalha e o Ceará voltaram aos gramados, após paralisação de cerca de quatro meses devido a pandemia de Covid-19, com direito a goleada sobre o time caririense. Sem muitas dificuldades, o Vovô impôs o ritmo do jogo e venceu por 5 a 0. Os gols foram de Charles, Lima (2x), Vina e Tiago Pagnussat. O retorno foi com clima de estreia, Guto Ferreira, que se tornou técnico do Alvinegro durante a pandemia, comandou a equipe pela primeira vez e já tem uma vitória na conta.
Com a vitória, o Ceará encaminha vaga para a semifinal do Campeonato Cearense e assume a liderança do campeonato, com 14 pontos. Devido ao saldo de gols, o Barbalha é superado pelo Pacajus e é o novo lanterna, com 3 pontos.
O Barbalha se despede da competição encarando o Guarany de Sobral nesta quarta-feira (15), em local e data a serem definidos pela Federação Cearense de Futebol.
Primeiro tempo
Com algumas mudanças desde a última partida, em março, o Ceará entrou com intensidade e marcação forte. Logo aos 8 minutos, Lima abriu o placar. Barbalha tentou sair jogando, mas não encaixava bons ataques e pouco ameaçou do gol de Fernando Prass. Aos 45, Vina ampliou o marcador.
Segundo tempo
Depois de garantir dois gols de vantagem na primeira etapa, o Vovô voltou a campo empolgado. Aos 4 minutos, mais um gol. Vina marcou com estilo, e comemorou se ajoelhando e erguendo os punhos, em movimento simbólico contra o racismo. Na sequência, o Ceará embalou sequência de tentos e não tomou conhecimento do adversário. Aos 7, Samuel Xavier driblou a marcação, e tocou para Lima, que mandou para as redes. Aos 15 minutos, Tiago Pagnussat é servido por Felipe Silva e não desperdiçou. O zagueiro mandou por debaixo do goleiro e fechou o placar na Cidade Vozão.
Vidas Negras Importam
O retorno do futebol cearense já foi marcado por momento simbólico nos gramados. Ao marcar gol aos 45 do primeiro tempo, o meia Vina comemorou o tento com uma mensagem contra o racismo. Ajoelhou no chão e ergueu o punho. Movimento característico da luta promovida pelo “Black Lives Matter”.
Fonte: Globo Esporte (adaptado)

0 comentários:

Postar um comentário