PMCE, Vigilância Sanitária e Agefis fiscalizam shoppings de Fortaleza para evitar desrespeito às medidas do decreto estadual

As ações se estendem ainda a pontos da Capital, onde há o registro de aglomerações de pessoas, como na Avenida Beira Mar e no Centro
Na tarde desta terça-feira (9), uma ação coordenada pela pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), Vigilância Sanitária da Secretaria da Saúde e pela Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) resultou nas visitas a quatro shoppings de Fortaleza com o objetivo de verificar o cumprimento das medidas de segurança previstas no Decreto Estadual Nº 33.617, publicado no dia 6 de junho. Dois centros comerciais situados no Centro, um no bairro São Gerardo e outro no Edson Queiroz receberam as equipes sanitárias. Foram empregadas na ação composições do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque) e da 2ª Companhia do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da PMCE.
O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, frisa que a integração entre todas as forças de segurança e os órgãos de fiscalização tem sido fundamental durante todo esse período de pandemia, pois é um trabalho que tem impactado na redução dos números de contaminados no Estado. “Agora, mais do que nunca, é o momento de colaboração por parte população, pois é preciso que todos entendam e respeitem os cuidados exigidos por cada uma das fases que compõe a abertura responsável das atividades econômicas. Quanto melhor cumprirmos todas as recomendações, mais rápido sairemos do problema e salvaremos ainda mais vidas”, destaca André Costa.
A coordenadora da Vigilância Sanitária do Estado, Dolores Fernandes, explica que no empreendimento situado no São Gerardo, os profissionais observaram uma rigidez maior das medidas. “Verificamos que houve uma melhoria no distanciamento das pessoas, com o controle no fluxo de entrada e saída, além de aferição de temperatura e dispenser com pedal contendo álcool em gel. Durante o período que estivemos no local, nós ainda constatamos alguns aglomerados no interior de lojas e principalmente em quiosques. No entanto, paramos em todos e fizemos as recomendações. Também solicitamos, à superintendência do shopping, a limpeza constante dos corrimãos das escadas”, disse.
Ela reforçou ainda que as fiscalizações seguirão por toda a semana, focando em locais propícios a elevada presença de pessoas. “Nós temos uma programação com ações de fiscalização até sexta-feira, dia 12, e a nossa pretensão é visitar o máximo possível de shoppings e atividades que gerem um volume maior de pessoas. Hoje, nós estivemos também em canteiros de obras da construção civil e pretendemos ir aos outros locais que estão inseridos na cadeia produtiva e que demandam o nosso acompanhamento”, disse.
Para o comandante geral da Polícia Militar do Ceará (PMCE), coronel Alexandre Ávila, é importante deixar bem claro que embora haja um processo de abertura de atividades econômicas na Capital, o decreto ainda prevê várias restrições de circulação e de aglomerações de pessoas. “Hoje, a Polícia Militar trabalha ainda nas barreiras de contenção das quatro cidades, que mantém o isolamento rígido, como Acaraú, Camocim, Itarema e Sobral. Já em Fortaleza e demais regiões, nós trabalhamos na área periférica, por meio de barreiras móveis”, explica o comandante geral da PMCE.
Nessa segunda-feira (8), a Agefis com o apoio da PMCE e da Guarda Municipal de Fortaleza já haviam atuado em 44 pontos de aglomeração. Na Avenida Beira-Mar, entre o Mercado dos Peixes e a Praia de Iracema, em torno de 90 pessoas foram abordadas e, após orientação, receberam máscaras de tecido. Também no Centro da cidade, equipes fixas atuaram em pontos estratégicos, como Parque das Crianças, Praça do Ferreira e Ruas Guilherme Rocha e Senador Pompeu, com abordagens a aproximadamente a 300 pessoas, que receberam recomendações acerca do distanciamento social.
Os agentes realizaram o ordenamento de filas de lojas, distribuíram kits com máscaras de pano e panfletos educativos, e higienizaram as mãos das pessoas abordadas com álcool gel 70%. Os ambulantes foram orientados a desocuparem praças e calçadas.

Balanço de ocorrências da Ciops

Do dia 1° de junho até essa segunda-feira (8), a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) atendeu 758 ocorrências relacionadas a prevenção de contágio pelo coronavírus. Desse número, 530 referiam-se a aglomerações de pessoas, 201 por comércios abertos e 27 por descumprimento ao uso de proteção individual. Nas quatro cidades (Acaraú, Camocim, Itarema e Sobral), que mantém o isolamento rígido no Ceará, as equipes policiais atenderam 294 ocorrências, com 226 locais de aglomeração e 68 chamados por estabelecimentos não autorizados em funcionamento.
Aqueles que reincidiram em suas condutas foram conduzidos à Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), onde foram autuados por descumprirem determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, prevista no artigo 268, do Código Penal Brasileiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SABOEIRO DE LUTO! Morreu nesta Madrugada a Primeira Dama do Município, Tânia Martins.

Confira o calendário de pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600

Incêndio criminoso: carro é encontrado em chamas na cidade de Várzea Alegre.