Para Ver Mais Vídeos No Nosso Site CLIK AQUI E VEJA MAIS

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Isenção na taxa d’água para comunidades rurais reforça cuidados com higiene


A isenção da taxa d´água chegou em boa hora para Márcia Helena Pereira de Carvalho. A agricultora do Assentamento Bela Vista, no município de Jaguaruana, sentiu o impacto na queda das vendas e aproveitou o valor para comprar material de higiene e reforçar o combate ao coronavírus da Covid-19. “Já tivemos conhecimento (de contaminações), mas aqui no assentamento não temos nenhum caso. Estamos tomando todos os cuidados e usando máscaras quando precisamos sair”, garante.
Em maio, junho e julho, 120 mil famílias atendidas pelo Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) com consumo mensal de até 10m³ terão contas quitadas pelo Governo do Ceará. “A água que chegou é um sonho realizado para todos nós. Antes do Projeto São José, só tinha água a cada quatro dias e, agora, é água toda hora: ajuda muito nessa pandemia”, comemora a agricultora. Somente comunidades rurais de Bela Vista e Serra dos Dantas, em Jaguaruana, o São José atendeu 260 famílias com abastecimento d´água com um investimento de R$ 848.375,39.
As despesas da isenção da taxa d´água, estimadas em R$ 9 milhões, correm à cota do Fundo Estadual de Saneamento Básico, da Secretaria das Cidades, e de recursos provenientes de sanções aplicadas pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados (Arce). “São ações importantes que o Estado tem oferecido como forma de atenuar a difícil situação dos mais vulneráveis neste momento de pandemia de coronavírus no Ceará e em todo o Brasil”, comentou o governador Camilo Santana por rede social.
“Mais do que nunca, água na torneira representa mais saúde na vida das famílias do campo”, frisa De Assis Diniz. O secretário do Desenvolvimento Agrário cita, além da Secretaria das Cidades, as colaborações do secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista, o Instituto Sisar e Banco KFW na elaboração da proposta aprovada pela Assembleia Legislativa. “Muitos perderam emprego e renda e coube à Secretaria das Cidades participar deste esforço”, completa o secretário Zezinho Albuquerque.
Por: Governo do Estado do Ceará.

0 comentários:

Postar um comentário