Novo lote reforça vacinação no Ceará com mais 310 mil doses ~ TribunaIguatu.com

sexta-feira, 5 de novembro de 2021

Novo lote reforça vacinação no Ceará com mais 310 mil doses

 


Mais de 55% da população cearense já completou esquema vacinal básico

O Ceará recebeu, nesta quinta-feira (4), mais uma remessa de vacinas contra Covid-19: 310.050 doses da Pfizer/BionTech desembarcaram no Aeroporto Internacional de Fortaleza pouco antes das 13 horas. Esse lote de imunobiológicos é vinculado ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, e será destinado a dar continuidade à vacinação no Estado, com prioridade para Dose de Reforço (DR) e aplicação de Primeira Dose (D1).

“Boa notícia para a sequência da imunização dos cearenses: mais doses chegaram ao Ceará. Seguimos firmes na luta para vacinar todos os cearenses o mais rápido possível”, reiterou o governador Camilo Santana, em publicação nas redes sociais.

Depois de desembarcar na Capital, os imunobiológicos seguem para a Central de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadim), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), de onde são distribuídos de forma proporcional aos municípios cearenses, através de rotas aéreas e terrestres.

Sem contar o novo lote, já foram 14 milhões de doses foram entregues às prefeituras, considerando todas as fases de vacinação. O agendamento para aplicação das doses é de responsabilidade dos municípios, por isso é importante ficar atento à sistemática organizada e divulgada por cada gestão local.

Mais de 11,82 milhões de doses foram aplicadas no Ceará, com o esquema vacinal básico já completado para 5,09 milhões de cearenses. As Doses de Reforço e Adicional já chegaram a 212 mil pessoas. Os números indicam que 55% da população cearense já tomou as duas doses ou dose única do esquema vacinal básico. A primeira dose já está no braço de 70% da população do estado.

Dose de reforço

O Ceará iniciou a aplicação da dose de reforço em todos os idosos a partir de 60 anos. Com o imunizante da Pfizer, a aplicação deve ocorrer somente seis meses após a última dose do esquema vacinal básico (segunda dose ou dose única), independentemente da vacina aplicada anteriormente.

Dose adicional

A dose adicional foi incorporada ao esquema vacinal contra a Covid-19 de pessoas com alto grau de imunossupressão. A administração da dose deverá ser de 28 dias após a segunda dose ou da dose única, independentemente do imunizante previamente aplicado.

Este grupo inclui pessoas com imunodeficiência primária grave; em quimioterapia; pacientes em hemodiálise; pessoas vivendo com HIV e aids; transplantados; entre outros.

Para este público, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) atualizou o sistema de cadastro para vacinação contra a Covid-19, disponível na plataforma Saúde Digital. Uma caixa de confirmação foi acrescentada ao conteúdo para autodeclaração de pessoas com imunossupressão.

Para fazer a alteração, basta que a pessoa com imunossupressão acesse a plataforma com login e senha e marque a opção de autodeclaração conforme a condição de saúde. O usuário deverá aceitar os termos legais e salvar a atualização.

A documentação comprobatória necessária no ato da vacinação para cada grupo está disponível em nota divulgada pela Sesa. Veja o documento completo.

Daniel Herculano - Ascom Casa Civil - Texto
Helene Santos - Fotos

#Coronavírus #Covid19 #DoseAdicional #DoseDeReforço #SaúdeCeará #Sesa #VacinasContraCovid

0 comentários:

Postar um comentário