Restrição de idade para vacina da AstraZeneca zera casos de coágulos raros, diz estudo britânico ~ TribunaIguatu.com

quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Restrição de idade para vacina da AstraZeneca zera casos de coágulos raros, diz estudo britânico

 


O Reino Unido não registrou nas últimas semanas nenhum novo caso de coágulo sanguíneo raro e grave depois de vacinação contra Covid-19 com o imunizante da AstraZeneca, após decisão de limitar o uso em pessoas menores de 40 anos, disseram cientistas britânicos nesta quarta-feira. 

Trombocitopenia trombótica induzida por vacina (VITT) é uma combinação de coágulos sanguíneos e baixos níveis de plaquetas que foi rotulada como um efeito colateral raro em vacinas de vetor viral contra Covid, como as produzidas pela AstraZeneca e pela Johnson & Johnson. 

Uma ocorrência maior do efeito colateral em pessoas mais jovens levou muitos países a colocarem restrições de idade para a vacina da AstraZeneca. 

Cerca de 85% das pessoas que sofreram coágulos sanguíneos raros após a vacinação com AstraZeneca no Reino Unido tinham menos de 60 anos, apesar de mais vacinas terem sido administradas a idosos, concluiu o estudo, em uma das caracterizações mais completas da síndrome até agora. 

A pesquisa mostrou que nas pessoas com menos de 50 anos a incidência era de cerca de 1 em 50.000, em linha com as estimativas anteriores, e os especialistas disseram que o estudo reforçou o entendimento prévio do cálculo do risco-benefício da vacinação.

Via: Lindomar Rodrigues
Foto: Divulgação

#restriçãodeidade #vacina #AstraZeneca #zeracasosdecoágulosraros #estudobritânico
WhatsApp

0 comentários:

Postar um comentário